Arquivo mensal: junho 2011

Revolution never happened

Mais um dia santo!

E com ele mais uma musica e mais uns pensamentos.

A música de hoje é de uma banda que descobri recentemente, eles são bem diferentes, modernosos e me faz bem ouvi-los .

Música diferente é bom pra abrir novos conceitos, novas maneiras de ver o mundo e ver como o mundo é vasto. = D

Trecho legal  da letra:.

Success is so forbidding
But it makes me think I’m winning
Quiet
Dim the lights
Adopt another lifestyle

– Música recomendada para:  momentos em movimento!

– Legal ouvir em/no:  arrumando a casa, se arrumando pra sair

– Algo interessante sobre a música/banda:

O nome alternativo dessa música é Lost and Found... eu gosto tanto dessa idéia 

de se encontrar e se perder…..

Tanto que o clipe da música vai bem nesse sentido, repare.

Outra coisa que me chama atenção aí na letra: ele comenta que o sucesso é proibido… mas que o ilude a pensar que está ganhando.

E ai a gte vê a nossa vida e fica se perguntando o que é sucesso.

Ficamos querendo correr atrás dele… e ser melhor que os outros e dessa maneira achamos que estamos ganhando algo e talz….que nada!

Eu estava até um tempo atrás sofrendo por causa disso… mas graças a Deus passou… vi surgirem pessoas que  não necessariamente se encaixam no parametro tido como de sucesso e são felizes….e vi também que cada vida é uma vida, assim como cada um é cada um

E sinceramente não sei da onde tiramos a ridicula idéia de querermos nos comparar! A vida é diferente….a familia, a criação, a genética, os problemas…. e tudo que se compara deve ser no minimo um pouco semelhante hahahaha e isso é possível com pessoas?

Nooooppp – então desencanemos! hahahha

E ai vem a musica again: Adopt another lifestyle! 

E assim por fim que tenhamos sempre nosso momento de se perder e se encontrar para nos colocarmos de volta nos eixos e sabermos como nossa vida é boa.

“Start another fire
and watch it slowly die..”
Anúncios

Cut the row and let me fall

O-i-e

Como vai vc hoje?

A música de hoje, não sei se é pelo fim de fase a qual minha vida se aproxima, tem um gosto de despedida.

Quando eu fecho os olhos e ouço essa música, me vem a cabeça risadas de amigos, fotos tiradas antigas, um amor passado, chocolate na boca, paisagens umidas na janela e esse tipo de coisa.

Acho que estou sentimental…. = )

E isso me faz pensar oh eu filosofando no que realmente importa nessa vida.

O que importa pra vc?

O que te faz falta?

O que vc está deixando passar nesse momento?

Você é feliz?

… Espero que você tenha as respostas na ponta da língua. ^^

…Espero que você tenha as respostas no coração.

Trecho legal  da letra:.

I told you to be patient
I told you to be fine
I told you to be balanced
I told you to be kind
In the morning i’ll be with you
But it will be a different “kind”

– Música recomendada para:  momentos de inspiração da vida comum again

– Legal ouvir em/no:  sozinho

– Algo interessante sobre a música/banda:

A versão da Birdy no piano que ficou muitissimo doce..não consegui não compartilhar!

Hasta outro dia, santo dia….

Underneath the stars

He-llo!

A música de hj tem cara de vida comum.

Tem cara de aconchego e de chocolate quente num dia frio

Tem cara de violão, de noite com cheiro de flor  e de amigos. = )

Nossa, no momento tô com sono, cansada, mas ainda assim não quero dormir, desejo de alguma forma viver ainda um pouco mais…. não quero que o dia de hoje morra… e que amanhã nasça de novo… não por nada.. mas sim por sentir que não quero perder nem um minuto.

Queria ficar conversando a noite inteira sobre a vida e as fatos dela, como se a entendesse muito bem. Queria dar uma risada gostosa, e lembrar de coisas que nem sabia que ainda existiam em mim e ficar viajando no que fui e no que um dia serei e como somos grandes e pequenos ao mesmo tempo…. e como nossa vida é breve e eterna também…bom, eterna nem tanto – a não ser que você faça algo que faça valer.

Mas infelizmente não há ninguém que me acompanhe nessa empreitada triste em que me encontro… a não ser você caro leitor.

Pode ser o frio lá  fora, o vento  que bate na minha janela e que vai  tornando  as minhas pernas frias de baixo pra cima…. e essa música… que faz parecer que o tempo anda mais devagar e que eu terei tempo para tudo o que desejar.

E ao mesmo tenho tantas coisas pra resolver e fazer e..não consigo parar de pensar que eu gostaria de estar deitada ao sol, sentindo calor e olhando o céu e vendo tudo vermelho quando fecho os olhos.

Acho que o que completa a minha vontade e me dá alegria – que inexplicavelmente surge numa situação dessas é de estar ali… sem fazer nada…. sendo preenchida pelo que há de mais simples na vida… que é o parar e voltar a fazer simplesmente parte do mundo.. simplesmente pelo existir… independente de quem se é ou o que se faz…. ali deitada eu sou parte da vida, do gramado, dos pássaros, das formigas e do céu infinito.

Tão triste ter que fazer o que se tem que fazer …. = (

Acabo de fechar a janela…. vejo que há mais pessoas que são vítimas da noite assim como eu e como você se você assim o faz de madrugada… o frio se foi e agora sinto o calor descer novamente as minhas pernas expostas.

E assim os meus olhos começam a chamar pelos sonhos…. ficam pesados pelo sono e eu começo a meio que ficar tonta… e a rir só de pensar no edredon quentinho. Sabe aquela sensação quando o despertador toca e  parece que a cama ta mais macia e acolhedora que antes? Que te faz querer mais cinco minutos para provar cada partezinha ainda inexplorada. É o que eu quero agora!

Mas ainda assim me vem um ultimo pensamento de imaginação.

Fico pensando o que os outros estão fazendo agora… onde estão e o que fazem as pessoas, os meus amigos e o meu amor. Porque uma coisa que eu aprendi recentemente que a TODA hora há algo acontecendo…. por mais normal que pareça ao nosso redor há amor, há vida , há medo, há dúvida, há morte….e há mais vida em dobro.Comece a reparar à sua volta. Talvez pra gente não esteja acontecendo nada especificamente notável… mas basta olhar um pouquinho e veremos. Veremos também que aparentemente tudo cessa, mas profundamente tudo continua. E isso é uma teoria que eu levo comigo e que explicarei em outro dia porque no momento estou com a a maquiagem cobrindo todos os olhos, a medida que o bocejar vem umedecendo tudo e deixando o meu nariz entupido… sim isso acontece comigo quando estou com sono….

E eis que me vou… mas antes:

Trecho legal  da letra:.

Come on down and dance

 

If you get the chance

 

We’re gonna spit on the rivals

 

All I wanna know

 

Is how far you wanna go

 

Fighting for survival

– Música recomendada para:  momentos de inspiração da vida comum

– Legal ouvir em/no:  qualquer lugar e no carro = )

Hasta outro santo dia….


Sing for last call, sing for last fall

Opa….

Bem?

A musica de hoje aqui no TSD, pode não ser muito bem vinda pela maioria,  mas gostaria que se tornasse reconhecida pelo conteúdo de instrumentos, pela melodia, entrada e saída dos sons que se faz muito interessante, entre outras coisas..

É uma produção que poderiamos dizer que mixa elementos do indie rock com folk que lembra as músicas balcãs:

s2

Hj não estou com um gosto musical dos melhores….hahaha acabei de voltar do InterUSP e a trilha sonora lá se resumiu pra mim a basicamente a essa e essa música = D mas tentarei representar a música do TSD de hoje bem! = )

Trecho legal  da letra:.

No, I couldn’t tell you how the house burned down
Last night while we were running around
Midnight surrounds you, the moonlight makes you proud
Last night, oh, we were running around

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E o que surge entre a melodia e a letra  nas frases poderiam ser reflexões do tipo de

-O não saber/compreender o porque do fim (“No, I couldn’t tell you how the house burned down”)

– O sentimento e a certeza que surge que tem algo errado e que o fim aguarda (“Sing for last call, sing for last fall, such was it all” )

.. E em algum momento o desabafo: (“And all along I was your home”)

E acho que  isso a torna tão bonita e sentimental, ao mesmo tempo que é sussa é reflexiva e  pode se fazer triste tbm = D

– Música recomendada para:   momentos reflexivos again and again = )

– Legal ouvir em/no:  locais bucólicos  mas eu gosto de ouvir no banho.

-Curiosidade/fato sobre a música/banda:  

A banda ficou conhecida com a  música Elephant Gun adoroooo que  foi tema dos protagonistas da série Capitu, exibida pela Globo em 2008. Com essa pequena aparição, a música conquistou o 2º lugar como TopMúsica (as mais procuradas) em vários sites brasileiros de letras de músicas.

Bom… thats it

o TSD de hoje termina com o poema do Vinicius de Morais que tbm fala  sobre fim:

De repente do riso fez-se o pranto 
Silencioso e branco como a bruma 
E das bocas unidas fez-se a espuma 
E das mãos espalmadas fez-se o espanto. 

De repente da calma fez-se o vento 
Que dos olhos desfez a última chama 
E da paixão fez-se o pressentimento 
E do momento imóvel fez-se o drama. 

De repente, não mais que de repente 
Fez-se de triste o que se fez amante 
E de sozinho o que se fez contente. 

Fez-se do amigo próximo o distante 
Fez-se da vida uma aventura errante 
De repente, não mais que de repente.

Hasta outro dia ….

santo!

Let me get what I want

E ahe?

Mais um dia. = )

E a música de hoje é uma música curta, de poucas palavras, mas que considero de grande significado.

Parece um desabafo….. eh algo que realmente dá pra se ouvir num momento dificil e se identificar facilmente – pois a música fala por si só.

Quem nunca, por sei lá algum motivo tal qual ansiedade,  decepção, monotonia na vida,  se sentir vazio…por perder a paciência ou estar cansado… ou por merecer realmente aquilo desejou muito uma coisa e realmente chegou a pedir  aos céus, à lua,  ao cachorro, à vida, a Deus: “Please, please, please let me get what I want”…. principalmente no que diz respeito a assuntos amorosos…= )

O engraçado é que de alguma forma, todos nós  sabemos que tudo só ocorre na hora e no jeito certo… mas ainda assim – porque será tão difícil aceitar e acreditar nisso????

Eu não tenho respostas pra esse tipo de coisa infelizmente   e muito das vezes acabo me apegando às músicas…. porque nada melhor nessa hora do que ouvir mesmo que não claramente que tudo ficará bem…ou que alguem está passando pelo mesmo, e que assim como o mundo, um dia vc vai superar ou não hahahahahah

Assim se por acaso vc estiver numa dessas situações… de querer muito algo: tenha paciência e acredite! Tudo nessa nossa vida tem uma razão! hehhe
Lembre-se como exemplo de paciência e amor : o Taj Mahal ^^

TajMahal: exemplo de paciência, trabalho duro e tbm amor! = )

Trecho legal  da letra:.

Good times for a change
See, the luck I’ve had
Can make a good man
Turn bad
So please please please
Let me, let me, let me
Let me get what I want
This time

– Música recomendada para:   momentos reflexivos ou meio de fossa haha

– Legal ouvir em/no:  aonde quiser.. mas eu curto ouvir com paisagens passando na minha janela

= )

-Curiosidade/fato sobre a música/banda: Descobri essa música na trilha sonora do filme 500 days of Summer. Recomendado para todos que curtem comédias românticas, e tbm é um bom filme pra descobrir musicas novas embora senti que foi meio que um Boom dos Smiths, todo mundo passou a amálos = /  e tbm refletir sobre a pessoa certa e talz! = )

Enfim,

Hasta outro dia ….

santo!

Eu estarei em casa logo

Olá, olá! = )

Hj no TSD uma música muitooo fofinha e romanticazinha – a típica música de menina! hehehe

Trecho legal letra:

A letra inteira é uma graça! Mas vou destacar esse trecho aqui:

When you hear it but you just don’t listen
When you’re lookin but you just don’t see
When you’re thinkin there’s no rhyme or reason
Think of me, Think of me.

 

Quando você ouve, mas simplesmente não escuta
Quando você olha, mas simplesmente não vê
Quando você  pensar que não há rima ou razão
Pense em mim, pense em mim

s2 (biiiicha) hahahah

– Música recomendada para:   momentos romanticos ou de boa!

– Legal ouvir em/no:  praia, finais de tarde ensolarados, gramados e viagens…

= )

Vamo combinar que com um dia com essas atividades, a música só vem a complementar!

-Curiosidade/fato sobre a música/banda: Descobri essa música porque ela é da trilha sonora do filme Dear John. Pras garotas que curtem comédias românticas é um bom filme pra chorar! = )

Hasta outro dia ….

santo!

A possivel vida de um cavalo de carrossel

“A possivel vida de um cavalo de carrossel

Texto escrito ao som dessa música:

E assim como na vida, segue o carrossel com seus cavalos que esperam por seguir em sua jornada. Às vezes a fila para o carrossel é grande, sobra gente e faltam cavalos… As vezes, como nas segundas, não há ninguém, apesar de sempre haver uma garotinha com vontade mas impossibilitada do passeio…..

Fico a imaginar se algum dos cavalos tivesse a sorte e coragem de se soltar daquele eterno circular e circular que o prende e visitar outros campos.

Campos verdes e de longa relva, em que o sol reflete e faz aquele mato todo parecer um grande mar que balança ao vento.

Imagine esse cavalinho envolto de lugares onde não hajam tantos espelhos e tantas luzes, onde não é observado por pessoas que aguardam os que montam no carrossel ou que simplesmente querem ver o rodar infinito, o saltitar incessante.

Lugares em que se é possível observar sobre si algo além de uma cobertura de cores sempre alegres e intercaladas, mas sim estrelas e outras cores. Lugares onde não se toque a mesma e cotidiana trilha de carrossel.

Feche os olhos, e imagine o quanto esse cavalo correria, desconhecendo e se impressionando com a capacidade de suas pernas e pulmões.

Ali, ele não correria por moedas colocadas em máquinas, nem por qualquer outro dinheiro. E mesmo cansado sorriria, se é que isso é possível a um cavalo, sempre achei que a maneira do cavalo expressar sua felicidade é fazendo coisas de cavalo….. = )

E assim, aos poucos a pintura dourada e colorida se desprenderia de seu corpo e viria a cair, e o que encontraríamos seria apenas a realidade de pelos normais de cavalo, não menos bonitos e infinitamente reais, autênticos.

E para aquele cavalo não haveria mais o aguardar, não haveria novamente a longa sucessão dos dias pelo cavaleiro que o acompanhasse e tornasse a jornada premeditada do carrossel um pouco mais interessante. Não haveria mais a tristeza de não ser escolhido, não haveria a marcha solitária e o subseqüente sentimento de espera….. nem surgiria esperança para a próxima parada – a esperança seria contínua e ilimitada;

Ali os dias seriam todos diferentes e imprevistos.

Ali o coração bateria por sentimentos e ações que valessem a pena.

Ali, fora do carrossel a vida seria vida.”

Vamos se guiando pelo vento

We only live once


E aheee = )

E assim começa esse blog… como tantos outros (ou não): do nada! ^^

Do nada não….pensando bem, sempre procurei um lugar em que eu pudesse dar dicas de musica- não como quem “entende! de música mas como quem aprecia, gosta e quer dividir – e tbm receber isso de volta.. mas ainda não encontrei nenhum lugar desse tipo.

….

Acho que começar sempre é mais difícil, por isso desculpe-me mas esse começo não será o post mais incrível que já leste, mas espero que aqui algum dia vc encontre uma música que te faça pensar ” como pude viver sem isso?” hehe

E é tão boa a sensação de encontrar o que se procura = )

Bom…

Começando então aqui no TSD (todo santo dia), hj serei egoísta e vou inaugurar com simplesmente The Strokes – You only live once.

Trecho interessante da música:

“Some people think they’re always right/ Others are quiet and uptight/ Others they seem so very nice (nice nice nice oh-ho)/Inside they might feel sad and wrong (oh no)”

– Música recomendada para:  todos os momentos

– Legal ouvir em/no:  metrô! Strokes tem cara de metrô! = )

– Curiosidade/fato sobre a música: Pertence ao album First Impressions of Earth de 2006 e foi composta pelo maravilhoso Julian Casablancas

E por hj é isso!

“Fui ver o sol antes que ele partisse.
 Eu, lhe disse adeus.
 Ele me respondeu: 
“Adeus não, até amanhã.”