But now that I’m older, my heart’s colder

oie oie oie

Bem?

No TSD de hoje uma música beeeem legal e que curti bastante, mas que realmente me apaixonei pelo cover! ^^

-Trecho legal  da letra:

Coloquei praticamente a música inteira porque é interessante!

Somethin’ filled up
my heart with nothin’,
someone told me not to cry.

But now that I’m older,
my heart’s colder,
and I can see that it’s a lie.

Children wake up,
hold your mistake up,
before they turn the summer into dust.

If the children don’t grow up,
our bodies get bigger but our hearts get torn up.
We’re just a million little god’s causin rain storms turnin’ every good thing to rust.

I guess we’ll just have to adjust.

 

– Música recomendada para:

A cover é recomendada para momentos de fossa hehehe, e a original pro que quiser!

– Legal ouvir em/no:

No carro, em casa…em luais..naquele esquema bem de buenas independente de onde for  ^^

-Sobre a música/banda:

Essa música foi muito usada em aberturas de jogos, programas relacionados a esportes – inclusive no Superbowl, mas putzzz eu como tava dizendo me apaixonei pelo versão do Paulo Nutini…ficou tão doce e meiga! hehe – confiram!

Pra terminar, finalizo com um texto que li de um escritor chamado  Caio Fernando Abreu e achei  fofo! ^^

Hasta outro dia… outro dia santoo!

“Ele pode estar olhando tuas fotos neste exato momento. Por que não? Passou-se muito tempo, detalhes se perderam. E daí?

Pode ser que ele faça as mesmas coisas que você faz escondida, sem deixar rastro nem pistas.

Talvez, ele passa a mão na barba mal feita e sinta saudade do quanto você gostava disso.

Ou percorra trajetos que eram teus, na tentativa de não deixar que você se disperse das lembranças. As boas.

Por escolha ou fatalidade, pouco importa, ele pode pensar em você. Todos os dias. E, ainda assim, preferir o silêncio.

Ele pode reler teus bilhetes, procurar o teu cheiro em outros cheiros.

Ele pode ouvir as tuas músicas, procurar a tua voz em outras vozes.

Quem nos faz falta, acerta o coração como um vento súbito que entra pela janela aberta. Não há escape.

Talvez, ele perceba que você faz falta e diferença, de alguma forma, numa noite fria. Você não sabe.

Ele pode ser o cara com quem passará aquele tão sonhado verão em Paris.

Talvez, ele volte.

Ou não.”

 

Publicado em julho 26, 2011, em Música, Música pelo mundo, Poesia e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Tem outro do Caio Fernando Abreu:”sabe que o meu gostar por você chegou a ser amor pois se eu me comovia vendo você pois se eu acordava no meio da noite só pra ver você dormindo meu deus como você me doía vezenquando eu vou ficar esperando você numa tarde cinzenta de inverno bem no meio duma praça então os meus braços não vão ser suficientes para abraçar você e a minha voz vai querer dizer tanta mas tanta coisa que eu vou ficar calada um tempo enorme só olhando você sem dizar nada só olhando olhando e pensando meu deus como você me dói vezenquando”(O ovo apunhalado – Caio Fernando Abreu – texto Harriett – pág. 126

    • oiee Cris..Nossa eu curti esse autor.. não o conhecia, já tinha curtido bastante o texto que postei e esse tbm que vc deixou…mto bom! Ele parece falar de coisas pequenas mas extremamente especiais! ^ ^
      Bjooo e thanks!!!

  2. uhauhauh
    as vezes a gente é assim mesmo!!
    se encanta com umas músicas! e outras odiamos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: