Se a liberdade te trair e precisar de alguém

“Vou sairr….. pra preencher um vazio no peito,

 to meio sem jeito de falaaaaaaar…..

Oi-e

No TSD de hoje uma música que eu adoooooro e que eu vim a conhecer recentemente, quando fazia aula de dança de salão!

Falamansa- Avisa

Trecho legal da letra:

Avisa, 
Se o sol brilhar de novo no horizonte….
E pode ter certeza que eu vou estar lá pra ver
Avisa
Se a liberdade te trair e precisar de alguém
Avisa

Ou se tudo correr bem e não precisar, avisa….
Parece até que o vento traz o sentimento
E nem faz questão de nos avisar

Avisa, pro vento que traz sofrimento
Que sopre pra outro lugar

Avisa pro vento que traz amor
Não vejo a hora de você chegar
 
Música recomendada para:
Pra TUDO – mas mais obviamente : dançar… pqp como eu gosto de dançar essa música… hehehehe

– Legal ouvir em/no:

Noite quente, de coração tbm quente e esperançoso para que a pessoa amada volte.

-Sobre a música/banda:

Nossa… além da batida deliciosamente deliciosa dessa música = ) que meio que sempre me faz pensar.. principalmente no comecinho, que ela seria uma ótima música para abertura de Cordel Encantado hahahahah uma coisa  que me chama atenção nela é a veracidade.

Poxa.. quem nunca saiu por ai, sem lenço sem documento, simplesmente para tentar preencher um vazio no peito?

Quem nunca chorou por alguem?….porque não sou ator…e se sentimos dor temos que chorar

Quem nunca pensou se eu cair quem é que vai me levantar?

E o mais principal.. quem nunca se colocou na posição de esperar o ser amado voltar…pedindo ao céu, ao mar, a lua…… e praticamente pediu para a própria pessoa para que avisasse:

“Se o céu brilhar de novo no horizonte… se a liberdade te trair e precisar de alguem….” ….maldita paixão, capaz de colocar uma pessoa de joelhos = ) hahahha

Bom.. pra finalizar colocarei um texto que escrevi no período que tava fazendo dança de salão…

Hasta outro dia santo… mas antes cantarei meu trecho favorito dessa música “Avisa pro vento que traz amor: não vejo a hora de você chegar”

Estou a aprender dança de salão e recentemente  tive a oportunidade de ir ao primeiro baile do iniciante hobbie.

Ao observar as danças e os casais a dançar além da admiração que surgiu, a mim tudo pareceu se assemelhar ao amor. Na dança algo se faz necessário além dos passos certos, da coreografia muitas vezes ensaiada, da musica e luz perfeita no momento da apresentação. Existe algo que não pode ser aprendido, que simplesmente não acontece facilmente e com qualquer um.

Acho que por isso talvez a dança represente tão bem a beleza de um relacionamento e é tão freqüentemente feita por casais sejam namorados, ou já casados.

No tango, por exemplo, temos a dificuldade e arrojo das passadas que se assemelham a própria vida, no sentido que os relacionamentos são sim doces porém não são fáceis; no bolero observa-se como a leveza e a sedução aos poucos toma conta do passar cotidiano; no samba e no forró tem-se a alegria dos passos cruzados, da boa sensação que dá ao se rodopiar… numa demonstração boba da felicidade e da sincronia; e por fim no zouk observa-se o real poder do condutor na dança, que parece se apossar da dama sob todas as formas, por todos os lados……Em alguns momentos chega até a ser assustador o controle do cavalheiro sobre a parceira e a forma com que os dois interagem faz parecer que ambos estão em um universo paralelo. E quantas vezes não vimos por ai casais que se consomem, se controlam, profundamente?

Retomando o pensamento que existe algo que não acontece facilmente e com qualquer um, é aquele sentimento de pertencimento, de encaixe, de ter encontrado o seu lugar no salão da vida.

E nessa hora, esse sentimento é completo, se expressa no olhar, na pressão exercida pelas mãos e braços, no suporte dado, na sincronia de pensamentos e sentidos, na antevisão dos atos, no contato com o corpo, nas ações que se revelam nos detalhes e que não precisam ser ditos..

E assim, sem esses pormenores a dança não se completa, não magnetiza os olhos, não faz bater o coração;

Acho que todos em algum momento da vida se encontram a procura de alguém capaz de nos deixar livres na pista, que torne o tempo imperceptível, a musica sempre propícia a tudo, num envolver que se sobressaia ao cansaço, e que ao mesmo tempo que faz correr o sangue na veia, acalma o coração.

Publicado em agosto 26, 2011, em Cultura, Música, Música pelo mundo, Poesia, Uncategorized e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: