Arquivos do Blog

This city is for strangers, like the sky is for the stars

 “Só há um tipo de amor que dura, o não correspondido..”
-Woody Allen

Heyyyyyyy

Estive com dificuldades de encontrar musicas que mexam comigo recentemente, mas essa de alguma forma trouxe de volta o espírito todo santo dia de volta =D

Tudo bem com você?

NO TSD de hoje:

Gray or Blue – Jaymay

Trecho legal da letra:

And I know the shape of your hands, because I watch ‘em when you talk
And I know the shape of your body ‘cause I watch it when you walk
And I want to know it all, but I’m giving you the lead
So go on, go on and take it, don’t fake it, shake it

 

Música recomendada para:

Se ouvir caso você tenha uma queda por alguém hahahahahha
Recomendo com fone de ouvido (fica ainda mais gostoso de se ouvir os instrumentos delicadamente entrando, os pequenos detalhes dos sons), deitada na cama ou em algum lugar confortável. É daquele tipo de música que não se sente o tempo passar…e que pode dar um replay sem enjoar

– Legal ouvir em/no:

Lugares calmos, em que você possa estar aberto para pensar na sua vida. Ou enquanto espera pacientemente aquele alguem pelo qual vc tem uma queda  te dar uma chance.

-Sobre a música/banda:

Essa musica encontrei através do compartilhamento de um amigo (Valeu Dieguito!) e por isso que eu amo quando as pessoas compartilham as coisas! =D

Me fez encontrar essa doce belezinha…

Não pude encontrar nada de muito interessante pra falar a nivel de info sobre a musica e quanto a cantora ela é da nova geração do indie nova iorquino ^^
 
Uma coisa que me chamou atenção de uma maneira geral foi a letra- parece retirada de uma folha de diário ^^
Sabe aquele tipo de letra que pode se encaixar na vida de qualquer um… ou que poderia acontecer?
…pois é, ela traz coisas do dia a dia de uma maneira muito próxima, simples e pessoal.
 
Conta a historia de alguem, que está com outro alguém mas quem ela realmente quer também tem um outro alguém.
O tão conhecido amor não correspondido
E isso é triste =/
 
“I can’t keep staring at your mouth without wondering how it tastes
I’m with another boy; he’s asleep, I’m wide awake
And he tried to win my heart, but it’s taken time..”
 
É aquela historia na qual se tenta preencher uma pessoa com outra.
É aquela história na qual parece que só se seria feliz com aquela pessoa, mesmo namorando alguém legal, alguem mais bonito, mais inteligente,  mais tudo… você ainda trocaria tudo isso pela outra pessoa.
E ai você encontra a pessoa dos seus desejos e  fica maginando o gosto da boca dela.  E olha pra ela e sabe o jeito das mãos e do corpo…oh god why?
 
Muito triste amor não correspondido… mas a lição que sempre tentei tirar dos meus amores não correspondidos – é triste de acreditar e aceitar, mas alguém melhor te espera =)
Mas é claro, que no fundo de alguma forma sempre fica aquela sensação de “como seria se tivesse acontecido”, mas que deve ser tratato como tudo na vida, que é assim mesmo…ao escolher uma qualquer coisa, se perde uma outra com  resultados e caminhos que nunca saberemos!
 
E você? Como lida ou lidou com isso?
 

Hasta outro dia santo!

Beijoooo

Pra terminar um texto (meio exagerado confesso hahahahah) que tinha escrito um tempão atrás e que esse papo me lembrou dele! Foi feito para um amor não correspondido e muito sonhado, e hoje superado =)

 “Queria poder te dar meu sorriso inteiro,  ou talvez meu olhar mais profundo.
Queria poder te falar ao ouvido coisas que eu nem sei,
mas que ás vezes preenchem e iluminam os segundos.
Queria poder olhar o céu ao seu lado
e agradecer pelo não saber que nos rodeia
e que torna até o sabido desconhecido algo
digno de respeito e admiração, mesmo que não se conheça de fato…
mesmo que não haja explicação…
Poder enfim te fazer perceber que há algo maior que a vida
e que isso se demonstra quando os olhos se encontram.
E te tocar com um sentimento,  te mostrar com um beijo
te abrir a mente  e o seu coração com os olhos fechados…”

 

When i kissed you in the hallway

‎”Falar é completamente fácil,
quando se têm palavras em mente
que expressem sua opinião.
Difícil é expressar por gestos e atitudes
o que realmente queremos dizer,
o quanto queremos dizer,
antes que a pessoa se vá.”

Carlos Drummond de Andrade

Hallo

E ai como anda a sua vida?

HOJE no TSD:  Rewind – Paolo Nutini

Trecho legal da letra:

And I’m drinking stronger spirits
I made my home here on the floor
And I’m losing all ambition and goals
And i’m going all out
And i’m thinking you’re just as bad
 
No sleeping at night

But I’m going from bar to bar……………


 Música recomendada para:
 
Sentir saudade, sofrer por um amor antigo ou novo…. sentir o coração palpitar, e ficar enrolando na cama até o sono chegar.

– Legal ouvir em/no:

Essa música é boa pra ouvir antes de dormir, pensando sobre as coisas que temos em nossas vidas – não iPads, celulares, dinheiros hahaha… mas realmente aquelas coisas sem preço, aquelas coisas sem explicação, ou que não podemos simplesmente entender porque acontece com a gente. 

“Se procurar bem você acaba encontrando.
Não a explicação (duvidosa) da vida,
Mas a poesia (inexplicável) da vida.”

Carlos Drummond de Andrade

-Sobre a música/banda:

Essa música faz parte da trilha sonora do filme PS I love you…e eu como fã do Paolo Nutini não poderia deixar de gostar ^^ 

O trecho que eu mais gosto nessa música é :

No sleeping at night
But I’m going from bar to bar
Or can we just rewind?*
*traduzindo voltar, rebobinar…:
 
– Por que não podemos voltar atrás? 
– Por que não podemos voltar atrás?
– Por que não podemos voltar atrás?

E é  muito triste e doloroso ter esse tipo de sentimento…. e acho que ele expressa isso tão bem nessa música ^^

Hasta outro dia Santo minha gente!

Pra terminar uma música de mesmo nome, mas totalmente diferente…

mas como o intuito é conhecer musicas novas, tamo ahe =)

Dime se te vas con el

Buenos dias, tardes y noches

Hoje no TSDM decidi fazer algo de diferentche, e fugir do meu estilinho musical de sempre e cair no Reggaeton…..vamos diretamente as periferias do México = )

Aviso: essa música é chiclete ^^

Nigga – Dimme se te va con el

Trecho legal da letra:

Yo sé cuánto sufristey
sé cuánto llorastey
Cuando te caiste,
yote ayudé a levantarte
Ahora que alzas el vuelo
sólo quieres dejarme
pero yo sólo vine aquí
para preguntarte:
Ay, dime, dime, dime si te vas con él?

Música recomendada para:

Nossa essa música é quente e malandrona hahaha…. tem um ritmo bem latino, ao mesmo tempo que mistura as flautinhas reparem tem toda a pegada pimp americana =D  

– Legal ouvir em/no:

Pra mim essa música tem cara de quando to me maquiando, ou ainda limpando a casa.. hahaha tudo a ver….o que quero dizer é para momentos de movimento – dançar, malhar-  principalmente o refrão é muy dançante...tem cara daqueles clipes bem escuros, com gente bronzeada e suada hahahaha =D

-Sobre a música/banda:

Essa música de mexicana num tem nada hahahaha é de um artista do Panamá bem famosito por lá.. o cara ganhou infinitos prêmios Grammy, Billboard latinos e talz.. mas como nós brasileiros que somos praticamente nunca ouvimos musicas latinas, nem o conhecemos. hahahah

Uma coisa que eu curti nessa música além do ritmo bão foi a história: isto é: aquela mina manja? que tá com um cara que não presta, é deixada, sofre, chora, e blablabla eeee  encontra um outro… que cuida dela, e talz…. e aiiii???

Aí ela usa e abusa dele, até que o outro a quer de volta…. =/ e ai vem o “Dime se te vas con el… ” num sei mas acho que com certeza sim –  ela irá com ele.

Por acaso conhece alguem que passou por isso???? Eu sim!

Beijos e hasta outro dia, se Deus quiser!

Pra finalizar uma música do mesmo naipe que curto bastantinho tbm: Pobre Diabla véiaaa que só,  de 2004 – é praticamente a história antecessora a musica de cima…

Pobre diabla se dice que se te ha visto por la calle vagando 
llorando por un hombre que no vale un centavo 
pobre diabla llora por un pobre diablo 
Él no te valorizó nunca y nunca lo hará 
Él solo te hizo llorar, pero tú lo amas

   

You must explain why this must be…

Hey ho!

Bem?

No TSD de hoje, assim como num dia ai em que me senti teletransportar para Londres voltamos a terra da rainha novamente….e tbm para os anos 80!

Simmm aquela adorável década de Alf, o teimoso… Punk a levada da breca, Show da Xuxa, calça cintura alta e muito, muito mais =D hahahaha

The Clash: Train in Vain

Trecho legal da letra:

You said you stand by your man
Tell me something I don’t understand
You said you loved me and that’s a fact
And then you left me, said you felt trapped

Well somethings you can explain away
But the heartache’s in me ‘till these days

You didn’t stand by me
No, not at all
You didn’t stand by me
No way

All the times
When we were close
I’ll remember these things the most
I see all my dreams come tumbling down
I can’t be happy without you around
 

Música recomendada para:

Nossa meu.. essa música pra mim tem pegada hahahha eh pra aquele tipo de noite que vc se prepara pra sair, olha no espelho pensa no que seu ex perdeu, passa seu melhor perfume e pronto: estás pro crime ^^ hahahaha e tbm tem cara de trilha sonora de filme… com juventude rebelde hahahah cliche pra vc again and again

– Legal ouvir em/no:

No carro, mas tem que estar no banco de trás pra poder fazer dancinhas ridiculas sem prejudicar ao extremo o motorista hahahahha

-Sobre a música/banda:

Essa música foi feita num dia e gravado no outro! Nem ia entrar pro album que estava quase pronto a ser lançado mas o povo do estúdio e a banda curtiram tanto que decidiram a colocar como uma faixa surpresa, visto que além de ser legal hahaha os encartes estavam todos prontos já!

Ia se chamar Stand by me, mas como esse é um nome popular.. e tem aquela musica famosa Stand by me,  ficou se chamando Train in vain, que de acordo com o autor:  “The track was like a train rhythm, and there was, once again, that feeling of being lost.”

Uma coisa que curto nessa musica é a letra.. é tão sincera hahaha, ao mesmo tempo que ele briga ele quer o amor de volta hahahaha quem nunca foi rejeitado e ainda assim aceitaria de volta =/ hahaha = P

E assim vamos indo, a espera do dia de amanhã… em baixo o clássiiiico Stand by me! ^^

Beijo beijo e até outro dia santo!

Porque não me deixei tentar vivê-la feliz

Te amo tanto e não sei mais
Como é que eu vou viver em paz
Se tudo que eu preciso
É respirar teu ar
Te amo tanto e sem querer
Mas sei que posso te perder
Pra alguém sem tanto amor
Mas sem temer falar
Ilusão – Sandy e Junior….grandes lembranças pré-adolescentes com essa música hahahaa-  diretamente do fundo do baú! =P

Oiii

E ai, meu? ^^

Hoje uma música que estou pra colocar aqui há bastante tempo, mas sempre esqueço… e ai a ouvi em algum lugar e pensei: de hoje não passa! ^^ 

Essa música geral conhece.. mas sei lá, sempre tem um desavisado hahaha =D

No TSD de hoje: Ilusión – Marisa Montes e Julieta Venegas

Trecho legal da letra:

Uma vez eu tive uma ilusão
E não soube o que fazer
Não soube o que fazer
Com ela
Não soube o que fazer
E ela se foi
Porque eu a deixei
Por que eu a deixei?
Não sei
Eu só sei que ela se foi

Mi corazón desde entonces
La llora diario
No portão
Por ella
No supe que hacer
Y se me fue
Porque la dejé
¿Por que la dejé?
No sé
Sólo sé que se me fue

Sei que tudo o que eu queria
Deixei tudo o que eu queria
Porque não me deixei tentar
Vivê-la feliz

É a ilusão de que volte
O que me faça feliz
Faça viver
Por ella no supe que hacer
Y se me fue
Porque la dejé
¿Por que la dejé?
No sé
Sólo sé que se me fue

Música recomendada para:

Todos os momentos… é uma música muito da fofinha!
Boa para fazer caminhada, ou para deitar na grama enquanto se observa o mundo e se ilude  hahaha ^^

– Legal ouvir em/no:

Eu acho essa música tipicamente aquela música que é multifacetada, isto é,  uma música que dificilmente alguém não irá gostar ^^ Primeiro porque é Marisa Monte, neh minha gente? E segundo porque é uma música agradável… assim sendo essa música tem cara de Pão de Açucar ou qualquer mercado de madrugada HAHAHHAHAHA ou mais popularmente  de Antena 1 fm  =P

-Sobre a música/banda:

Você não poderia morrer sem saber que o album dessa música foi lançado no dia do meu aniversário ^^ #mudousuavida – no dia 10 de junho, e que foi composta pela Julieta Venegas – cantora mexicana de relativo sucesso que acompanha a M.Monte! 

Esse album já é meio véinho…(2008)  mas meu, curti as músicas dela  ^^ é bem leve, gracioso e animadinho!

Sobre o tema do TSD de hoje: ilusão – meu… é uma coisa triste mas é fato, sempre existirá…

Ilusão às vezes parece nada mais do que a realização não-autorizada hahaha dentro da sua mente das suas expectativas e anseios  em alguém ou alguma coisa, e que em algum momento oportuno/decepção vem a aparecer para te mostrar o quão idiota um ser pode ser hahahahaha….

Me vieram a mente algumas coisas sobre o tema: 

1- A ilusão é o  primeiro de todos os prazeres – Oscar Wilde

2- A distinção entre passado, presente e futuro é apenas uma ilusão teimosamente persistente. Albert Einsten

3- É fazer na realidade o mesmo que se faz nesses desenhos em que se fica tentando achar coisas que podem existir ou não: Aooo Ilusão! hahaa

 

 

4- i.lu.são (s.m.):

 

 
"CoiSa Legal"

 

1* É quando a principio vc via/achava uma coisa legal e…

"CoiSa Legal"

2*Agora não a vê. 

hahaha que merda!! hahaha 

…E assim vamos nos indo por hj, mas antes um pouquito de Cecília!

Hasta la vista….

Despedida

Por mim, e por vós, e por mais aquilo 
que está onde as outras coisas nunca estão, 
deixo o mar bravo e o céu tranqüilo: 
quero solidão. 

Meu caminho é sem marcos nem paisagens. 
E como o conheces? – me perguntarão. 
– Por não ter palavras, por não ter imagens. 
Nenhum inimigo e nenhum irmão. 

Que procuras? Tudo. Que desejas? – Nada. 
Viajo sozinha com o meu coração. 
Não ando perdida, mas desencontrada. 
Levo o meu rumo na minha mão. 

A memória voou da minha fronte. 
Voou meu amor, minha imaginação… 
Talvez eu morra antes do horizonte. 
Memória, amor e o resto onde estarão? 

Deixo aqui meu corpo, entre o sol e a terra. 
(Beijo-te, corpo meu, todo desilusão! 
Estandarte triste de uma estranha guerra…) 
Quero solidão.

Cecília Meireles

You will shelter me, my love…and I will shelter you

I wanna love you,  love and treat you right
I wanna love you every day and every night
We’ll be together , with a roof right over our heads
We’ll share the shelter of my single bed
We’ll share the same room yeah, oh jah provide the bread

He-llo

E cá estamos, firmes e fortes a ouvir lindas musicas e refletir na vida

A musica de hoje é dahora…. a voz do cara, principalmente: arrasa!

HOJE no TSD: Ray LaMontagne- Shelter

Trecho legal da letra:

Has anybody ever made such a fool out of you?
It’s hard to believe it
Even as my eyes do see it
The very things that make you live are killing you
Listen when all of this around us’ll fall over
I tell you what we’re gonna do
You will shelter me my love
I will shelter you
Listen when
All of this around us’ll fall over
I tell you what we’re gonna do
Hey you will shelter me my love
I will shelter you
 
 
 
Música recomendada para:

Acho que essa música tem cara de aconchego… e pra mim me passa uma certa dorzinha pq me lembra de um amor antigo hahahahaha

– Legal ouvir em/no:

Em casa…. tomando um chá, se preparando para ler um livro, ou como despertador de celular…..

-Sobre a música/banda:

Eu tenho um pouco de dó desse cantor.. hauhauhauhaua, ele canta bem e apesar de ser moh famoso até nos EUA, ele num faz mto sucesso por aqui… = (

Ray LaMontagne é particularmente conhecido por sua voz rouca, e diz a lenda a sua  afinação da voz vem do diafragma e não do nariz, como acontece com outros cantores.

E assim vou-me indo.. mas antes vou colocar uma cronica que gosto muito, novamente do Vinicius de Morais, que tem tantas coisas graciosas, detalhes interessantes do relacionamento ^^acho que vcs podem gostar!

Hasta outro dia Santo minha gente!

Porque você é uma menina com uma flor e tem uma voz que não sai, eu lhe prometo amor eterno, salvo se você bater pino, o que, aliás, você não vai nunca porque você acorda tarde, tem um ar recuado e gosta de brigadeiro: quero dizer, o doce feito com leite condensado.

E porque você é uma menina com uma flor e chorou na estação de Roma porque nossas malas seguiram sozinhas para Paris e você ficou morrendo de pena delas partindo assim no meio de todas aquelas malas estrangeiras.

E porque você sonha que eu estou passando você para trás, transfere sua d.d.c. para o meu cotidiano, e implica comigo o dia inteiro como se eu tivesse culpa de você ser assim tão subliminar. E porque quando você começou a gostar de mim procurava saber por todos os modos com que camisa esporte eu ia sair para fazer mimetismo de amor, se vestindo parecido. E porque você tem um rosto que está sempre um nicho, mesmo quando põe o cabelo para cima, parecendo uma santa moderna, e anda lento, e fala em 33 rotações mas sem ficar chata. E porque você é uma menina com uma flor, eu lhe predigo muitos anos de felicidade, pelo menos até eu ficar velho: mas só quando eu der uma paradinha marota para olhar para trás, aí você pode se mandar, eu compreendo.

E porque você é uma menina com uma flor e tem um andar de pajem medieval; e porque você quando canta nem um mosquito ouve a sua voz, e você desafina lindo e logo conserta, e às vezes acorda no meio da noite e fica cantando feito uma maluca. E porque você tem um ursinho chamado Nounouse e fala mal de mim para ele, e ele escuta e não concorda porque ele é muito meu chapa, e quando você se sente perdida e sozinha no mundo você se deita agarrada com ele e chora feito uma boba fazendo um bico deste tamanho. E porque você é uma menina que não pisca nunca e seus olhos foram feitos na primeira noite da Criação, e você é capaz de ficar me olhando horas. E porque você é uma menina que tem medo de ver a Cara-na-Vidraça, e quando eu olho você muito tempo você vai ficando nervosa até eu dizer que estou brincando. E porque você é uma menina com uma flor e cativou meu coração e adora purê de batata, eu lhe peço que me sagre seu Constante e Fiel Cavalheiro.

E sendo você uma menina com uma flor, eu lhe peço também que nunca mais me deixe sozinho, como nesse último mês em Paris; fica tudo uma rua silenciosa e escura que não vai dar em lugar nenhum; os móveis ficam parados me olhando com pena; é um vazio tão grande que as mulheres nem ousam me amar porque dariam tudo para ter um poeta penando assim por elas, a mão no queixo, a perna cruzada triste e aquele olhar que não vê. E porque você é a única menina com uma flor que eu conheço, eu escrevi uma canção tão bonita para você, “Minha namorada”, a fim de que, quando eu morrer, você, se por acaso não morrer também, fique deitadinha abraçada com Nounouse cantando sem voz aquele pedaço que eu digo que você tem de ser a estrela derradeira, minha amiga e companheira, no infinito de nós dois.

E já que você é uma menina com uma flor e eu estou vendo você subir agora – tão purinha entre as marias-sem-vergonha – a ladeira que traz ao nosso chalé, aqui nessas montanhas recortadas pela mão de Guignard; e o meu coração, como quando você me disse que me amava, põe-se a bater cada vez mais depressa.

E porque eu me levanto para recolher você no meu abraço, e o mato à nossa volta se faz murmuroso e se enche de vaga-lumes enquanto a noite desce com seus segredos, suas mortes, seus espantos – eu sei, ah, eu sei que o meu amor por você é feito de todos os amores que eu já tive, e você é a filha dileta de todas as mulheres que eu amei; e que todas as mulheres que eu amei, como tristes estátuas ao longo da aléia de um jardim noturno, foram passando você de mão em mão até mim, cuspindo no seu rosto e enfrentando a sua fronte de grinaldas; foram passando você até mim entre cantos, súplicas e vociferações – porque você é linda, porque você é meiga e sobretudo porque você é uma menina com uma flor.


And how am I supposed to live without anyone?

Às vezes é preciso se afastar da pessoa que você ama, mas isso não quer dizer que você a ame menos…. às vezes quer dizer que você a ama ainda mais….

Saudações Terráqueo!

Hoje falando diretamente do mundo da Lua = )

HOJE no TSD:  Sleeping – The Swell Season

Trecho legal da letra:

It’s so simple, and fitting
The path that you are on
We’re not talking, there’s no secrets
There’s just a note that you have gone
And all that you’ve ever owned
Is packed in the hall to go

And how am I supposed to live without you?

A wrong word said in anger and you were gone
I’m not listening for signals
It’s all dust now on the shelf
Are you still working? Still counting?
Still buried in yourself?
And how in the world did we come
To have such an absent love?

 Música recomendada para:
Opa, olha o momento de fossa aí gente = ) eu curto bastante ela para escrever poesia e uns textos ahe…

– Legal ouvir em/no:

Desabafos e caídas dentro da realidade  de nós mesmos…. também recomendaria para fins de relacionamento hahahha caso vc queira mesmo chorar, ficar deprê, lavar a alma, essa música só vem a reforçar….tem que realmente estar num mood meio deprê pra essa música.

-Sobre a música/banda:

Eu acho essa musica bem bonita, como a maioria das musicas do Glen, tem todo aquele sofrer amoroso ^^

Curto bastante os violinos e o piano, e acho um arraso a parte que ele canta lá pelos nos 2:29min pra frente:

And how am I supposed to live without you?
A wrong word said in anger and you were gone
And how am I supposed to live without anyooooooone?
 
Vem a parecer mesmo que ele tá moh sozinho, óin
 
Bom, eu já escrevi aqui num outro dia santo que eu sou fã do Glen Hansard (Swell Season é a banda em conjunto tbm com a Marketá Iglová piano e vocais) e eu acho assim como todo mundo que ele lembra bastante o Cat Stevens realmente… mas o Glen ainda assim é o Glen.
 
Pra quem não conhece o Cat Stevens ele que canta o clássiiiico abaixo que por sinal tbm curto bastante e acho que valha a pena conferir:
 
 
Trecho legal dessa música:
 
I was once like you are now
And I know that it’s not easy
To be calm when you’ve found
Something going on
But take your time, think a lot
I think of everything you’ve got
For you will still be here tomorrow
But your dreams may not

E assim vou-me indo.. mas antes vou colocar um poema há muiiiito tempo  escrito e que acho que combina com esse tema de se perder um amor = )  não reparem minha breguice hahahahha

Hasta outro dia Santo minha gente!

A arte de deixar ir

Mais uma vez e é hora de recuar
Mais uma vez e o amor não pôde chegar
É tempo de voltar àquela antiga solidão
É tempo de reabrir o coração
À procura de novos olhos, novas metas
Novos suspiros, sonhos e descobertas…..
 
Esqueça o telefone, ignore o palpitar
Não pense nisso ao deitar, não peça por isso ao levantar
Liberte-se do que te faz lembrar, nem ao menos permita-se imaginar!
 
 
A arte de deixar ir é paradoxa porque permite levar o que se deseja
Permite instalar o mal que devora
 
Nessa arte não há como se seguir roteiro, não há coreografia
Talvez por isso se presencie tantas quedas,  recaídas e melancolia
Porém se iguala ao restante da arte por mesmo em meio a multidão,  possibilitar ao ser daquilo vivente sentir-se num mundo à parte….
 
Ao contrário de todas as artes não se atua pelo coração, 
e sim pela mente.
Vivendo o que se finge, não deixando transbordar o que se  sente
Parecendo ser  inesquecível, mesmo que se tente diariamente o contrário
Visto que num simples reencontro,  faz crescer tudo de novo… e o coração retorna ao batimento involuntário
 
E assim se insiste, se lamenta, se machuca de novo….
E por fim, após o sofrer decide por não segurar o que  se deve partir
pois sabe bem lá no fundo  que só terá chance de felicidade no mundo se: respirar profundo,  soltar  e deixar ir.
 

Carry all your thoughts across an open field…

A saudade é a nossa alma dizendo para onde ela quer voltar. Rubem Alves

Olá olá!

Tudo bem? Hope so!

HOJE no TSD:  Augustana – Boston

Trecho legal da letra:

In the light of the sun, is there anyone?
Oh it has begun…
Oh dear you look so lost…
Eyes are red and tears are shed
The world you must’ve crossed, you said
You don’t know me
You don’t even care… oh yeah
She said, you don’t know me
You don’t wear my chains… oh yeah
Yeah…

Essential and appealed…
Carry all your thoughts
Across and open field…
When flowers gaze at you…
They’re not the only ones
Who cry when they see you
You said
 
I think Im going to Boston….
 

Música recomendada para:

Se sentir saudade do que nunca se teve….

– Legal ouvir em/no:

No nascer ou por do sol… “I think I need a sunrise, I’m tired of the sunset…..” ou quando se inicia uma nova fase

-Sobre a música/banda:

Nossa gostaria de saber aonde é essa praia, quem sabe eu arrumaria um piano pra mim = )

Estava pensando sobre o fato de se ter saudade do que nunca se teve…. existe aquela frase que diz :
“Quando se ouve boa música fica-se com saudade de algo que nunca se teve e nunca se terá”. Samuel Howe
 
Mas hj pra mim,  essa saudade ganhou um significado diferente… é algo como se o meu coração conhecesse os segredos dos dias e das noites, mas ainda assim desejasse ouvir, ver……reconhecer e viver o que já sabe.
 
Como se meu coração estivesse querendo descobrir em palavras e ações aquilo que sempre conheceu…. num desejo de ver o tesouro de suas profundezas ilimitadas revelar-se diante dos olhos….
 Por isso, que o fato de “se ter saudade do que nunca se teve” se faz possivel…. pois mesmo uma coisa nunca tendo de fato ocorrido realmente na sua vida…… na sua mente, no seu coração e sonhos ela  existe… você já a teve… você já a provou de alguma forma… 
….. 
 
 
 
Bom… vai ver que tudo isso é uma perda de tempo… como naquela frase  do Neruda ‘Saudade é sentir que existe o que não existe mais…”  mas de toda forma… saudade é uma coisa bonita – que mesmo machucando nos faz valorizar a nossa existência…^^
Bom… vou me indo com a frase de Drummond e um texto supostamente do Chaplin “Também temos saudade do que não existiu, e dói bastante.”:
 

Beijoooo e hastaaaaa

^^
Sorri quando a dor te torturar
E a saudade atormentar
Os teus dias tristonhos, vazios
Sorri quando tudo terminar
Quando nada mais restar
Do teu sonho encantador
Sorri quando o sol perder a luz
E sentires como uma cruz
Sob teus ombros cansados, doloridos
Sorri, vai mentindo sua dor
E ao notar que tu sorris..
Todo mundo , inclusive você, poderá supor 
Que és feliz….

My pain is knowing I can’t have you, I can’t have you

Moi Droog

meu amigo em Russo

E ai?? Frio neh meu?

Para aquecer hj uma músiquinha romanticazinha… bem de menina! hehe

No TSD de hoje: Blame it on the rain Acoustic – He is We

-Trecho legal  da letra:

“I catch my breath, the one you took
the moment you entered the room
My heart, it breaks, at the thought of her
holding you….
Does she look at you the way i do?
Try to understand the words you say and the way you move?
Does she get the same big rush, when you go in for a hug
and your cheeks brush?

– Música recomendada para:

Ouvir quando se pensa na vida… é tão meiguinha ^^ música de menina heheh

– Legal ouvir em/no:

Tem cara de dia frio…. de mão gelada mas  de comida quente, brigadeiro na colher hehe

-Sobre a música/banda:

Bom.. essa banda é bem novinha até eles a formaram em 2008, curti o som deles… tem várias musiquinhas fofinhas, e romanticas #ficaadica ai pra quem curtiu.

E em especial essa, curti porque ela tbm fala de coisas simples… besteiras que todos nós sentimos quando vemos a pessoa, e pensamentos que temos quando a perdemos… um amorr! 

Vou encerrando o TSD de hoje.. mas antes aqueleee abraço! hehehe

E ficamos com uma das prosas que eu MAIS gosto do Grande Vinicius de Morais =  )

Até o TSD de amanha, num outro dia Santo!

Chorinho para a amiga

Se fosses louca por mim, ah eu dava pantana, eu corria na praça, eu te chamava para ver o afogado. Se fosses louca por mim, eu nem sei, eu subia na pedra mais alto, altivo e parado, vendo o mundo pousado a meus pés.

Oh, por que não me dizes, morena, que és louca varrida por mim? Eu te conto um segredo, te levo à boate, eu dou vodca pra você beber! Teu amor é tão grande, parece um luar, mas lhe falta a loucura do meu. Olhos doces os teus, com esse olhar de você, mas por que tão distante de mim? Lindos braços e um colo macio, mas porque tão ausentes dos meus?

Ah, se fosses louca por mim, eu comprava pipoca, saía correndo, de repente me punha a cantar. Dançaria convosco, senhora, um bailado nervoso e sutil. Se fosses louca por mim, eu me batia em duelo sorrindo, caía a fundo num golpe mortal. Estudava contigo o mistério dos astros, a geometria dos pássaros, declamando poemas assim: “Se eu morresse amanhã… Se fosses louca por mim… “. Se você fosse louca por mim, ô maninha, a gente ia ao Mercado, ao nascer da manhã, ia ver o avião levantar. Tanta coisa eu fazia, ó delícia, se fosses louca por mim!

Olha aqui, por exemplo, eu pegava e comprava um lindo peignoir pra você. Te tirava da fila, te abrigava em chinchila, dava até um gasô pra você. Diz por que, meu anjinho, por que tu não és louca-louca por mim? Ai, meu Deus, como é triste viver nesta dura incerteza cruel! Perco a fome, não vou ao cinema, só de achar que não és louca por mim. (E no entanto direi num aparte que até gostas bastante de mim…). Mas não sei, eu queria sentir teu olhar fulgurar contra o meu. Mas não sei, eu queria te ver uma escrava morena de mim.

Vamos ser, meu amor, vamos ser um do outro de um modo total? Vamos nós, meu carinho, viver num barraco, e um luar, um coqueiro e um violão? Vamos brincar no Carnaval, hein, neguinha, vanios andar atrás do batalhão? Vamos, amor, fazer miséria, espetar uma conta no bar? Você quer quer eu provoque uma briga pra você torcer muito por mim? Vamos subir no elevador, hein, doçura, nós dois juntos subindo, que bom! Vamos entrar numa casa de pasto, beber pinga e ceveja e xingar? Vamos, neguinha, vamos na praia passear? Vamos ver o dirigível, que é o assombro nacional? Vamos, maninha, vamos, na rua do Tampico, onde o pai matou a filha, ô maninha, com a tampa do maçarico? Vamos maninha, vamos morar em jurujuba, andar de barco a vela, ô maninha, comer camarão graúdo?

Vem cá, meu bem, vem cá, meu bem, vem cá, vem cá, vem cá, se não vens bem depressinha, meu bem, vou contar para o seu pai. Ah, minha flor, que linda, a embriaguez do amor, dá um frio pela espinha, prenda minha, e em seguida dá calor. És tão linda, menina, se te chamasses Marina, eu te levava no banho de mar. És tão doce, beleza, se te chamasses Teresa, eu teria certeza, meu bem. Mas não tenho certeza de nada, ó desgraça, ó ruína, ó Tupá! Tu sabias que em ti tem taiti, linda ilha do amor e do adeus? tem mandinga, tem mascate, pão-de-açúcar com café, tem chimborazo, kamtchaka, tabor, popocatepel? tem juras, tem jetaturas e até danúbios azuis, tem igapós, jamundás, içás, tapajós, purus! – tens, tens, tens, ah se tens! tens, tens tens, ah se tens!

Meu amor, meu amor, meu amor, que carinho tão bom por você, quantos beijos alados fugindo, quanto sangue no meu coração! Ah, se fosses louca por mim, eu me estirava na areia, ficava mirando as estrelas. Se fosses louca por mim, eu saía correndo de súbito, entre o pasmo da turba inconsútil. Eu dizia : Woe is me! Eu dizia: helàs! pra você… Tanta coisa eu diria que não há poesia de longe capaz de exprimir. Eu inventava linguagem, só falando bobagem, só fazia bobagem, meu bem. Ó fatal pentagrama, ó lomas valentinas, ó tetrarca, ó sevícia, ó letargo! Mas não há nada a fazer, meu destino é sofrer: e seria tão bom não sofrer. Porque toda a alegria tua e minha seria, se você fosse louca por mim… Mas você não é louca por mim… Mas você não é louca por mim…


Never mind, I’ll find someone like you

Phylos Mou! 

*meu amigo em grego

A música de hoje não é novidade para ninguem… e o fato é que percebo que toda vez que eu me refiro a palavrinha mágica “amor” aqui nesse TSD, parece que aparece mais gente….

Adele- Someone like you


Das duas uma: ou as pessoas estão todas perdidamente apaixonadas, plenas e felizes ou estão sofrendo por amor ou a falta dele  hahahah (tbm não tinha mtas  outras opções restantes além dessas), mas algo me leva a crer que a marioria talvez se encontre na segunda posição a de quem sofre mesmo que de leve… será que estou enganada? não sei

Hoje então decidi por inverter a ordem das coisas por aqui a fim de desenvolver algumas reflexões mais pra frente;

– Música recomendada para:

FOSSA! Mano.. fazia tempo que eu não ouvia uma música mais recomendada para isso.

– Legal ouvir em/no:

Não existe local certo e determinado para fossa pra mim.. porque quando estou nesse estado – não importa aonde eu esteja eu estarei mergulhada nela…infelizmente.

-Algo interessante sobre a música/banda:

Essa canção é uma parceria entre Adele e um outro compositor chamado Dan Wilson.. pra quem não sabe é o vocal da banda Semisonic , sendo autor entre outros sucessos de Closing Time! 

Trecho legal  da letra:

Como eu disse eu estava fazendo uma analise com os meus botões dessa música um dia desses e cheguei a conclusão….

Vou colocar a letra praticamente inteira para fortalecer meus pensamentos..   de que essa não é uma música de amor, nem de sofrimento, como eu julguei ser das primeiras vezes que ouvi.

Lets do it

“I heard that you’re settled down
That you found a girl and you’re married now
I heard that your dreams came true
Guess she gave you things, I didn’t give to you…

Isso é uma coisa que é literalmente pra f$%¨com tudo.. quando aquele seu ex-relacionamento está com outra pessoa, completamente feliz e vc ainda se encontra só.

Nesse ponto é possivel de se pensar como somos  basicamente egoístas e muitas vezes imaturos ….por que é meio na cara de o fato é que a pessoa se deu bem e vc não…e vamos aceitar isso de boa e acreditar que o nosso amor vai chegar uma hora???  Nãoooo

Quando seu ex-relacionamento tem alguem isso na maioria das vezes pode te fazer pensar uma série de  outras coisas… entre elas:

1- Que você não é tudo aquilo que vc pensa, perde a auto-estima

2- Em reconquistar a pessoa; reconquistar a auto-estima 

3- Arrumar um outro alguém qualquer só para não sair perdendo assim tão de goleada.  Ganha a auto-estima e tbm um vazio depois de um tempo na maioria das vezes (ou não hahaha)…

Sim… pode ser que eu esteja sendo má e que obviamente o amor acontece…. e que ela possa o ter amado demais… e bla bla bla e que  isso é sim  um lamento de amor, mas…. prossigamos

“I hate to turn up out of the blue uninvited
But I couldn’t stay away, I couldn’t fight it
I hoped you’d see my face and that you’d be reminded
That for me, it isn’t over…

E nesse trecho vejo que ela partiu para o item 2 ….aparecendo sem ser convidada.. tentando reconquistá- lo através das lembranças e dela mesma… Aqui poderia ser amor, porque não?

… mas aí me aparece o próximo trecho:

Never mind, I’ll find someone like you
I wish nothing but the best for you, too
Don’t forget me, I beg, I remember you said
Sometimes it lasts in love
But sometimes it hurts instead
Primeiro esse “nevermind” aí… que me dá um certo ar de descaso quando ouço hahahaha e depois me retorna  a coisa da auto-estima… “Dont forget me, I beg!” quem no mundo deseja que alguém o ame, e o lembre eternamente quando não é recíproco? Ou isso é normal? Pra mim é ego, mesmo eu adorando essa música hahahaha

You’d know how the time flies
Only yesterday was the time of our lives*
We were born and raised in a summery haze
Bound by the surprise of our glory days

Nesse belo trecho nada demais….* bela frase essa neh?

Aí repete-se:

“I hate to turn up out of the blue uninvited…

….Never mind, I’ll find someone like you….”

Ai vem um trecho que pra mim é o melhor da musica, muito bonito e profundo!

Nothing compares, no worries or cares
Regrets and mistakes they’re memories made
Who would have known how bitter-sweet this would taste

Eu nunca tinha pensado nessa coisa dos arrependimentos e erros serem feitos pela memória.. e isso pra mim fez todo o sentido – e acho que isso serve de consolo e justificativa para alguns atos nossos que as vezes nos atormentam quando algumas lembranças voltam….

O fato é que temos que aceitar que agimos de certa forma, fizemos isso e aquilo porque acreditavamos que era o certo ou o melhor para o momento. Ou ainda, mesmo que sendo errado,  porque precisavamos daquilo. E sendo a vida tão curta da maneira que é, errado é não fazer o que se acha certo e/ou tem-se vontade… 

E praticamente daí a música se repete e repete até o final

Bom… e assim terminamos… = D… pensei em muito mais coisas.. mas fiquemos por aqui mesmo.

Moral da história?

Sinceramente não tenho plena certeza.. mas acredito que possa ser não confundir amor/paixão com ego, carência, desafio…pois parece não levar a lugar algum… a não ser que vc cante, componha… nesse caso, pode ser que vc ganhe uma grana com isso ^^

Mas como diria Pessoa:

“Tudo vale a pena se a alma não for pequena!”

Hasta outro dia Santo! Cuida-te