Arquivos do Blog

I love your delicate way

Para as rosas, escreveu alguém, o jardineiro é eterno.

Machado de Assis

E ahe?

HOJE no TSD:  

The Feeling – Rose

Trecho legal da letra:

The chill in my veins
 Relieves me from pain
 Again and again 
I lose all control 
Your taking your toll 
And i’m no longer sane
 Dont be afraid 
The love that I show is the love that you made 
So dont be afraid 
‘Cos your in control 
I’m just your slave 

 

-Música recomendada para:

Romance… =)

“Oh I love ya
Especially today
Especially this way
Oh Rose”

– Legal ouvir em/no:

Momentos com chuva de final de tarde, edredon e querer, muito querer por alguém ^^

-Sobre a música/banda:

Eu conheci essa música através de uma propaganda de perfumes – Burberry Body – e achei que ela valia de ser 
compartilhada aqui no TSD =)
 
 

Beijo no olho! ; ) E hasta outro dia santo

Pra terminar uma musica que é praticamente um poema:
As Rosas Não Falam  – Cartola

Bate outra vez
Com esperanças o meu coração
Pois já vai terminando o verão,
Enfim

Volto ao jardim
Com a certeza que devo chorar
Pois bem sei que não queres voltar
Para mim

Queixo-me às rosas,
Mas que bobagem
As rosas não falam
Simplesmente as rosas exalam
O perfume que roubam de ti, ai

Devias vir
Para ver os meus olhos tristonhos
E, quem sabe, sonhavas meus sonhos
Por fim


Anúncios

Isn’t that silly, anyway?

Que me falte palavras, mas nunca sentimentos….

Oiii

Espero que esteja tudo bem com vc ^^

HOJE no TSD:

Tiago Iorc – Story of a Man

Trecho legal da letra:

You spend most time
Trying to figure out why you can never figure out
Just what you’re trying to figure out
Spend more time living
 
You spend most time
Searching for the love that’ll be searching for your love
You love to save your love for love
Spend more time loving

You spend most time
Talking ‘bout yourself and how it matters to your self
More than to anybody else
Spend more time listening

You spend most time
Judging everything as if you ever knew a thing
There’s more to things than just one thing
Spend more time respecting


Música recomendada para:

Reflexão

=)

– Legal ouvir em/no:

Caminhando,  arrumando suas coisas, sua vida… fazendo planos com calma, viajando no mundo ou na busca dentro de si.

-Sobre a música/banda:

Eu fiquei muito surpresa ao ouvir essa música – primeiramente porque faz meu estilão logo de cara e segundo depois por  descobrir que o cantor é brasileiro…e ver como ele já apareceu na mídia e eu nunca o havia escutado =/

Curta a biografia:

Apesar de ter nascido no Brasil, mudou-se para a Inglaterra com apenas dez meses de idade, vivendo lá por quatro anos. Ao retornar ao Brasil, estudou guitarra, piano e violão. Morou por vários anos em Passo Fundo, Rio Grande do Sul, pouco mais de um ano e meio nos Estados Unidos e em Curitiba, Paraná. Atualmente vive no Rio de Janeiro.

Aos 16 anos, foi convidado para integrar sua primeira banda como vocalista. Em 2007participou e ganhou o V Festival Universitário Interno de Música “REVELE SEU TALENTO” daPUCPR na categoria voz e instrumento com a música Scared, ganhou destaque nacional com o single “Nothing But a Song” que foi tema da novela adolescente brasileira Malhação. Em2008, seu segundo single “Scared” entrou na trilha internacional da novela Duas Caras. Ainda em 2008, Tiago emplacou outro single, o terceiro, na trilha internacional de A Favorita, “Blame“. Em 2009, a faixa “My Girl” – sucesso da banda The Temptations – fez parte da trilha sonora da novela de Manoel Carlos da Rede Globo, Viver a Vida. Seu primeiro álbum foi lançado no primeiro semestre de 2008, em Março. “Fine”, um de seus singles, fez parte da trilha sonora de Malhação 2011, sendo a música tema de Guilherme e Catarina.

Bom.. eu gostei muito dessa música  mas principalmente  da letra. Poxa vida…quanto tempo perdemos falando, procurando sendo que deveríamos apenas viver e aproveitar. É mais ou menos como aquela historia que diz que o trajeto final não é o mais importante e sim a trajetória.

Eu sei que é bem dificil de se desprender das picuinhas, vontades, ilusões que colocamos ao nosso redor em tudo e em todos… mas realmente gostaria de spend more time : loving, living, listening… respecting. =)

E isso é algo legal nessa música.. além de ser linda tem toda uma filosofia de vida =)

E assim me vou, mas antes um textinho do Neruda que parece combinar um pouco com o nosso tema de hoje.

Ahhhh…que saudade que eu estava daqui = ) e hasta outro dia santissimo, santo!

‎”Fica proibido chorar sem aprender.
Levantar-se um dia sem saber o que fazer.
Ter medo das tuas recordações.
Fica proibido não sorrir ante os problemas.
Não lutar pelo que queres.
Abandonar tudo por medo.
Não transformar em realidade teus sonhos.
Fica proibido não demonstrar o teu amor.
Fazer com que alguém pague pelas tuas dúvidas e pelo teu mau humor.
Fica proibido deixar os teus amigos.
Não tentar compreender aquilo que viveram juntos.
Chamá-los somente quando precisa deles.
Fica proibido não seres tu perante todos.
Fingir para as pessoas que não te importas.
Esquecer todos os que te querem.
Fica proibido não fazeres as coisas para ti mesmo.
Não fazeres o teu destino.
Ter medo da vida e dos teus compromissos.
Não viver cada dia como se fosse o último.”

Pablo Neruda

When i kissed you in the hallway

‎”Falar é completamente fácil,
quando se têm palavras em mente
que expressem sua opinião.
Difícil é expressar por gestos e atitudes
o que realmente queremos dizer,
o quanto queremos dizer,
antes que a pessoa se vá.”

Carlos Drummond de Andrade

Hallo

E ai como anda a sua vida?

HOJE no TSD:  Rewind – Paolo Nutini

Trecho legal da letra:

And I’m drinking stronger spirits
I made my home here on the floor
And I’m losing all ambition and goals
And i’m going all out
And i’m thinking you’re just as bad
 
No sleeping at night

But I’m going from bar to bar……………


 Música recomendada para:
 
Sentir saudade, sofrer por um amor antigo ou novo…. sentir o coração palpitar, e ficar enrolando na cama até o sono chegar.

– Legal ouvir em/no:

Essa música é boa pra ouvir antes de dormir, pensando sobre as coisas que temos em nossas vidas – não iPads, celulares, dinheiros hahaha… mas realmente aquelas coisas sem preço, aquelas coisas sem explicação, ou que não podemos simplesmente entender porque acontece com a gente. 

“Se procurar bem você acaba encontrando.
Não a explicação (duvidosa) da vida,
Mas a poesia (inexplicável) da vida.”

Carlos Drummond de Andrade

-Sobre a música/banda:

Essa música faz parte da trilha sonora do filme PS I love you…e eu como fã do Paolo Nutini não poderia deixar de gostar ^^ 

O trecho que eu mais gosto nessa música é :

No sleeping at night
But I’m going from bar to bar
Or can we just rewind?*
*traduzindo voltar, rebobinar…:
 
– Por que não podemos voltar atrás? 
– Por que não podemos voltar atrás?
– Por que não podemos voltar atrás?

E é  muito triste e doloroso ter esse tipo de sentimento…. e acho que ele expressa isso tão bem nessa música ^^

Hasta outro dia Santo minha gente!

Pra terminar uma música de mesmo nome, mas totalmente diferente…

mas como o intuito é conhecer musicas novas, tamo ahe =)

Eu já escuto os teus sinais…

Hoje você vem, dizia Hoje você vem, dizia.... 

Olá!

Como anda a vida?

Espero que bem! Hoje uma musiquinha que me embalou na noite passada!

Eu nunca tinha dado muito valor a ela – confesso que nem sabia quem a cantava, mas me lembro de já tê-la ouvido anteriormente e gostado, principalmente por ser assim, tão dançante!

Ai fui procurar direitinho e cá estamos! = D

NO TSD de hoje: Anunciação – Alceu Valença

Trecho legal da letra:

Na bruma leve das paixões
Que vêm de dentro
Tu vens chegando
Prá brincar no meu quintal
No teu cavalo
Peito nu, cabelo ao vento
E o sol quarando
Nossas roupas no varal…

Tu vens, tu vens
Eu já escuto os teus sinais
Tu vens, tu vens
Eu já escuto os teus sinais…

A voz do anjo
Sussurrou no meu ouvido
Eu não duvido
Já escuto os teus sinais
Que tu virias
Numa manhã de domingo
Eu te anuncio
Nos sinos das catedrais…

Música recomendada para:

Essa musica não sei porque me lembra Mulheres de Areia hahaha
Eu acho que ela tem um ar quente, uma cara de viagem ao Nordeste… não sei se alguma vez já tiveste a oportunidade de viajar pra lá….mas posso dizer que é uma atmosfera tão diferente! Me lembro que quando fui achei lá um misto de doçura ao mesmo tempo que também de alguma forma me pareceu selvagem,  talvez a melhor palavra seja simples… ahhh caramba tá dificil.. tá meio inenarrável   = D hahaha….  Não é selvagem e simples de uma maneira ruim- nem pense nisso- mas como se o relógio andasse diferente e o céu fosse mais azul hahahahha ahhh hahahaha não consegui definir!

– Legal ouvir em/no:

Nas dunas, perto da praia… ou ainda com vento no rosto… me lembra passeio de bug hahahahah e meuuu,  pareço que posso sentir na boca o gosto da adocicado da água de coco! ôoooo clichê pra vc hahahah

-Sobre a música/banda:

Alceu Paiva Valença – Nasceu no interior de Pernambuco, nos limites do sertão com o agreste. Foi influenciado por maracatus, cocos e repentes de viola, e se destacou por utilizar a guitarra com baixo elétrico e, mais tarde, com o sintetizador eletrônico nas suas canções. Já ouvi muita gente dizer que curte ele, e eu sempre me senti mal porque a unica musica que me lembrava quando ouvia falar nele era Morena Tropicana… hahaha, aquele clássico do KaraoKê que eu aposto que todo mundo alguma vez na vida já cantou = D 

Uma das coisas que mais gostei nessa música foi além da batidinha mega lembra lambada hahaha  a letra!

Alguns trechos fofos:

Na bruma leve das paixões que vem de dentro….

……..tu vem chegando pra brincar no meu quintal… 

…A voz do anjo sussurrou no meu ouvido…

Eu não duvido já escuto teus sinais = D

Ahh um amor não é?

Bom, pesquisando sobre essa música encontrei algumas citações e até uma tese da PUC que fazia a interpretação dessa música com analise religiosa.

Achei interessante o artigo, além do cunho religioso de interpretação comentou-se que a poesia talvez pudesse fazer referência ao sonho de chegada do tempo de liberdade, visto que a poesia foi composta no tempo do governo militar no Brasil… daí então a pessoa (Tu vens, tu vens..) seria nada mais, nada a menos que nossa amiga Liberdade, o que faz bastante sentido! ^^ mas eu gosto de pensar que é o ser amado tbm = D

E assim nos vamos, rumo adiante nessa sexta-feira. Pra fechar o espaço “textos” hoje,  dois poetas nordestinos dos quais curti os poemas = D beijo y……(ahhh segue tbm o cover meigo do Vitor e Leo)

 

 Hasta la vista, babe!

FLOR DE JUNHO – RUY ESPINHEIRA FILHO (Bahia)

Tua lembrança nasce em mim, digamos, 
como uma flor de junho: úmida, fria,
curvada ao vento e à melancolia
do que vivemos. Mais: do que deixamos

de viver (penso nisto, assim, digamos,
mordido de remorsos). Quem diria
que viria tão rápido este dia
em que eu veria que passei, passamos?

Flor de junho … Essa história, outras histórias,
por quanto ainda, assim, dessas memórias
suportarei? E o corvo Nunca Mais

me pousa no ombro. E, vendo a comoção
lavrando-me, me afaga e me diz: “Não
há de ser nada – amanhã tem mais.”

SONETO DO AMOR IMEDIATO – Silvio Romero (Pernambuco)

Ao lado pus meu sono inerte
Pois que te entrego a minha sorte
Suave como um longo flerte
Inesperada e breve como a morte

Entusiasmado de amor e encanto
Ao vento teço meu condão azul
Espalho riso sobre o escasso pranto
E me consolas sobre o mar do sul

Avaro entanto de algo mais doce
Néctar verde luz – luz espacial
Derramo água como leite fosse

Sobre teu sonho vão nupcial
Agora cai o sol azul da tarde
Melhor amar que ser covarde.


You will shelter me, my love…and I will shelter you

I wanna love you,  love and treat you right
I wanna love you every day and every night
We’ll be together , with a roof right over our heads
We’ll share the shelter of my single bed
We’ll share the same room yeah, oh jah provide the bread

He-llo

E cá estamos, firmes e fortes a ouvir lindas musicas e refletir na vida

A musica de hoje é dahora…. a voz do cara, principalmente: arrasa!

HOJE no TSD: Ray LaMontagne- Shelter

Trecho legal da letra:

Has anybody ever made such a fool out of you?
It’s hard to believe it
Even as my eyes do see it
The very things that make you live are killing you
Listen when all of this around us’ll fall over
I tell you what we’re gonna do
You will shelter me my love
I will shelter you
Listen when
All of this around us’ll fall over
I tell you what we’re gonna do
Hey you will shelter me my love
I will shelter you
 
 
 
Música recomendada para:

Acho que essa música tem cara de aconchego… e pra mim me passa uma certa dorzinha pq me lembra de um amor antigo hahahahaha

– Legal ouvir em/no:

Em casa…. tomando um chá, se preparando para ler um livro, ou como despertador de celular…..

-Sobre a música/banda:

Eu tenho um pouco de dó desse cantor.. hauhauhauhaua, ele canta bem e apesar de ser moh famoso até nos EUA, ele num faz mto sucesso por aqui… = (

Ray LaMontagne é particularmente conhecido por sua voz rouca, e diz a lenda a sua  afinação da voz vem do diafragma e não do nariz, como acontece com outros cantores.

E assim vou-me indo.. mas antes vou colocar uma cronica que gosto muito, novamente do Vinicius de Morais, que tem tantas coisas graciosas, detalhes interessantes do relacionamento ^^acho que vcs podem gostar!

Hasta outro dia Santo minha gente!

Porque você é uma menina com uma flor e tem uma voz que não sai, eu lhe prometo amor eterno, salvo se você bater pino, o que, aliás, você não vai nunca porque você acorda tarde, tem um ar recuado e gosta de brigadeiro: quero dizer, o doce feito com leite condensado.

E porque você é uma menina com uma flor e chorou na estação de Roma porque nossas malas seguiram sozinhas para Paris e você ficou morrendo de pena delas partindo assim no meio de todas aquelas malas estrangeiras.

E porque você sonha que eu estou passando você para trás, transfere sua d.d.c. para o meu cotidiano, e implica comigo o dia inteiro como se eu tivesse culpa de você ser assim tão subliminar. E porque quando você começou a gostar de mim procurava saber por todos os modos com que camisa esporte eu ia sair para fazer mimetismo de amor, se vestindo parecido. E porque você tem um rosto que está sempre um nicho, mesmo quando põe o cabelo para cima, parecendo uma santa moderna, e anda lento, e fala em 33 rotações mas sem ficar chata. E porque você é uma menina com uma flor, eu lhe predigo muitos anos de felicidade, pelo menos até eu ficar velho: mas só quando eu der uma paradinha marota para olhar para trás, aí você pode se mandar, eu compreendo.

E porque você é uma menina com uma flor e tem um andar de pajem medieval; e porque você quando canta nem um mosquito ouve a sua voz, e você desafina lindo e logo conserta, e às vezes acorda no meio da noite e fica cantando feito uma maluca. E porque você tem um ursinho chamado Nounouse e fala mal de mim para ele, e ele escuta e não concorda porque ele é muito meu chapa, e quando você se sente perdida e sozinha no mundo você se deita agarrada com ele e chora feito uma boba fazendo um bico deste tamanho. E porque você é uma menina que não pisca nunca e seus olhos foram feitos na primeira noite da Criação, e você é capaz de ficar me olhando horas. E porque você é uma menina que tem medo de ver a Cara-na-Vidraça, e quando eu olho você muito tempo você vai ficando nervosa até eu dizer que estou brincando. E porque você é uma menina com uma flor e cativou meu coração e adora purê de batata, eu lhe peço que me sagre seu Constante e Fiel Cavalheiro.

E sendo você uma menina com uma flor, eu lhe peço também que nunca mais me deixe sozinho, como nesse último mês em Paris; fica tudo uma rua silenciosa e escura que não vai dar em lugar nenhum; os móveis ficam parados me olhando com pena; é um vazio tão grande que as mulheres nem ousam me amar porque dariam tudo para ter um poeta penando assim por elas, a mão no queixo, a perna cruzada triste e aquele olhar que não vê. E porque você é a única menina com uma flor que eu conheço, eu escrevi uma canção tão bonita para você, “Minha namorada”, a fim de que, quando eu morrer, você, se por acaso não morrer também, fique deitadinha abraçada com Nounouse cantando sem voz aquele pedaço que eu digo que você tem de ser a estrela derradeira, minha amiga e companheira, no infinito de nós dois.

E já que você é uma menina com uma flor e eu estou vendo você subir agora – tão purinha entre as marias-sem-vergonha – a ladeira que traz ao nosso chalé, aqui nessas montanhas recortadas pela mão de Guignard; e o meu coração, como quando você me disse que me amava, põe-se a bater cada vez mais depressa.

E porque eu me levanto para recolher você no meu abraço, e o mato à nossa volta se faz murmuroso e se enche de vaga-lumes enquanto a noite desce com seus segredos, suas mortes, seus espantos – eu sei, ah, eu sei que o meu amor por você é feito de todos os amores que eu já tive, e você é a filha dileta de todas as mulheres que eu amei; e que todas as mulheres que eu amei, como tristes estátuas ao longo da aléia de um jardim noturno, foram passando você de mão em mão até mim, cuspindo no seu rosto e enfrentando a sua fronte de grinaldas; foram passando você até mim entre cantos, súplicas e vociferações – porque você é linda, porque você é meiga e sobretudo porque você é uma menina com uma flor.


But to me it means, means everything

Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua dos anjos,
Sem amor eu nada seria.

Avete!  = P

*olá em latim, isso porque no TSD de hoje teremos:

The Black Crowes – She talks to angels! – Antes de tudo o agradecimento ao Gustavo Yamada pela dica ^^

E como pra mim a lingua dos anjos é o latim! = ) hoje colocarei várias coisinhas aqui dessa lingua morta mas dahora.

Bom, embora nos filmes os anjos falem em inglês, assim como Jesus  hahahah, eu prefiro o latim kkkkkkkkk emboooora pra escrever esse post eu dei uma pesquisada na web e descobri que tem vários estudos bizarros em que se discute qual lingua os anjos falam ^^

A lingua que alguns têm afirmado ser a lingua dos anjos é a glossolalia que é um falar em êxtase wtf?, composto de 10 ou 20 vocábulos combinados de 20 ou 30 formas distintas. Alguns tbm dizem que a a glossolalia não passa de uma série de sílabas desconexas, colocadas ao acaso, sem a formação de estruturas lingüísticas definidas. Sendo assim acho que isso não pode ser considerado como uma lingua o que aumenta minhas suspeitas que os anjos não falam lingua nenhuma hahahhaha

Mas deixemos essa problemática de lado embora TSD é tbm cultura –  Utile dulci. Junta o útil ao agradávele voltemos: música!

Trecho legal da letra:

Yes, she’ll tell you she’s an orphan
After you meet her family
She paints her eyes as black as night now
Pulls those shades down tight
Yeah, she gives a smile when the pain comes
The pain gonna make everything alright
Says she talks to angels,
They call her out by her name
Oh yeah, she talks to angels,
Says they call her out by her name
She keeps a lock of hair in her pocket
She wears a cross around her neck
Yes the hair is from a little boy
And the cross from someone she has not met
Not yet.
 

Música recomendada para:

Essa musica me deu muito o que pensar… ela me parece boa pra inúmeras situações… viagens com aqueles carrões antigos, por de sol, mas principalmente pra mim tem cara de seriado….= ) hahahhaha

– Legal ouvir em/no:

Eu gostaria de ouvir essa música num acampamento, enquanto um acende a fogueira, o outro monta a barraca e o outro não faz nada, só assiste, conversa e dá risada!  ^^*  Illic est oculus qua res quam adamamus – Os pés irão onde quiser o coração.

Mas tbm ela me passa uma força, uma certa revolta hahahaha e me vejo a ouvindo naquele tipo de situação em que vc briga com alguém e sai por aí, com um certo sentimento de liberdade e dever cumprido… hahahaha altas viagens jow!

-Sobre a música/banda:

Diz a lenda que essa música é sobre uma menina gótica viciada em heroína que tem problemas com a familia uau simples assim hahahhaa… mas num sei! hahahahaha, o que importa que eu não conhecia essa banda (EUA, 1989) e comecei a ouvir outras musicas deles, e curti meu – os caras são bons! #ficaadica 

Ad crastinum diem! Até amanhã

Pra combinar com o tema gótico, angelical e rockeiro de hoje antes de partir:

Amor (Álvares de Azevedo)


Amemos! Quero de amor
Viver no teu coração!
Sofrer e amar essa dor
Que desmaia de paixão!
Na tu’alma, em teus encantos
E na tua palidez
E nos teus ardentes prantos
Suspirar de languidez!
Quero em teus lábio beber
Os teus amores do céu,
Quero em teu seio morrer
No enlevo do seio teu!
Quero viver d’esperança,
Quero tremer e sentir!
Na tua cheirosa trança
Quero sonhar e dormir! 
Vem, anjo, minha donzela,
Minha’alma, meu coração!
Que noite, que noite bela! 
Como é doce a viração!
E entre os suspiros do vento
Da noite ao mole frescor,
Quero viver um momento,
Morrer contigo de amor!

…..

Bring it back bring it back,
Don’t take it away from me,
Because you don’t know
What it means to me.
Valeu F.Mercury!


Get down on my knees

Não é a distância que mede o afastamento – Antoine de Saint-Exupéry

E ahe?

No TSD de hoje vai reinar um sentimento estranho, não facilmente explicável!

Sabe aquela empatia que às vezes temos por algumas pessoas, assim de graça?

Pois eh, e quando isso acontece não importa a distância, o tempo – a pessoa está distante mas sempre presente em nossas vidas! óin! hahaha

HOJE no TSD:  Better Days – Pete Murray

Trecho legal da letra:

And I saw it coming
I saw emptiness and tragedy
And I felt like running
So far away
But knew I had to stay
And I know when I’m older
I look back and I still feel the pain
I know I’ll be stronger and I know I’ll be fine
For the rest of my days
I’ve seen better days
Put my face in my hands
Get down on my knees and I pray to God
Hope he sees me through till the endI noticed the smallest things
But I didn’t notice the change
It was hot in the morning
Then it turned so cold, twas the end of the day
There was no condensation I just felt like I was in space
I needed my friends there I just turned around
They were gone without a traceNow I have just started
And I won’t be done till the end
There’s nothing I have lost
That was once placed upon the palm of my hands
And all of these hard times
Have faded round the bend
Now that I’m wiser I cannot wait
Till I can help my friends

 
 
 Música recomendada para:

Lembrar dos amigos e pessoas queridas que temos nessa vida!

– Legal ouvir em/no:

Dias bonitos, dias felizes…. depois de uma semana dificil e de problemas superados  (ou não hahaha)

-Sobre a música/banda:

Uma coisa que acho legal nessa musica é a história que ela conta…a dificuldade que a vida as vezes traz… e aquele sentimento de “Já vi dias melhores”, mas tbm a esperança que dias melhores virão….

……algumas frases pra salientar: 

I look back and I still feel the pain – eu já senti isso algumas vezes..e é uma coisa estranha hahaha

I noticed the smallest things but I didn’t notice the change –  me lembra aquela frase da musica do Smashing Pumpkins: “The more you change the less you feel” – mas num sei se concordo hahahhaha

Now that I’m wiser I cannot wait till I can help my friends – oh que gracinha! hehe

E assim me vou, esperando por um dia ainda melhor amanhã!

Beijo no olho! ; ) E hasta outro dia santo

Só pra fechar o assunto lá de cima, distância achei esse trecho do Livro O caminho para distância do Grande Vinicius de Morais, e vou dividir aqui cocêis :

“Que importa se a distância estende entre nós léguas e léguas
Que importa se existe entre nós muitas montanhas?
O mesmo céu nos cobre
E a mesma terra liga nossos pés.
No céu e na terra é tua carne que palpita
Em tudo eu sinto o teu olhar se desdobrando
Na carícia violenta do teu beijo
Que importa a distância e
 que importa a montanha?…..”


And how am I supposed to live without anyone?

Às vezes é preciso se afastar da pessoa que você ama, mas isso não quer dizer que você a ame menos…. às vezes quer dizer que você a ama ainda mais….

Saudações Terráqueo!

Hoje falando diretamente do mundo da Lua = )

HOJE no TSD:  Sleeping – The Swell Season

Trecho legal da letra:

It’s so simple, and fitting
The path that you are on
We’re not talking, there’s no secrets
There’s just a note that you have gone
And all that you’ve ever owned
Is packed in the hall to go

And how am I supposed to live without you?

A wrong word said in anger and you were gone
I’m not listening for signals
It’s all dust now on the shelf
Are you still working? Still counting?
Still buried in yourself?
And how in the world did we come
To have such an absent love?

 Música recomendada para:
Opa, olha o momento de fossa aí gente = ) eu curto bastante ela para escrever poesia e uns textos ahe…

– Legal ouvir em/no:

Desabafos e caídas dentro da realidade  de nós mesmos…. também recomendaria para fins de relacionamento hahahha caso vc queira mesmo chorar, ficar deprê, lavar a alma, essa música só vem a reforçar….tem que realmente estar num mood meio deprê pra essa música.

-Sobre a música/banda:

Eu acho essa musica bem bonita, como a maioria das musicas do Glen, tem todo aquele sofrer amoroso ^^

Curto bastante os violinos e o piano, e acho um arraso a parte que ele canta lá pelos nos 2:29min pra frente:

And how am I supposed to live without you?
A wrong word said in anger and you were gone
And how am I supposed to live without anyooooooone?
 
Vem a parecer mesmo que ele tá moh sozinho, óin
 
Bom, eu já escrevi aqui num outro dia santo que eu sou fã do Glen Hansard (Swell Season é a banda em conjunto tbm com a Marketá Iglová piano e vocais) e eu acho assim como todo mundo que ele lembra bastante o Cat Stevens realmente… mas o Glen ainda assim é o Glen.
 
Pra quem não conhece o Cat Stevens ele que canta o clássiiiico abaixo que por sinal tbm curto bastante e acho que valha a pena conferir:
 
 
Trecho legal dessa música:
 
I was once like you are now
And I know that it’s not easy
To be calm when you’ve found
Something going on
But take your time, think a lot
I think of everything you’ve got
For you will still be here tomorrow
But your dreams may not

E assim vou-me indo.. mas antes vou colocar um poema há muiiiito tempo  escrito e que acho que combina com esse tema de se perder um amor = )  não reparem minha breguice hahahahha

Hasta outro dia Santo minha gente!

A arte de deixar ir

Mais uma vez e é hora de recuar
Mais uma vez e o amor não pôde chegar
É tempo de voltar àquela antiga solidão
É tempo de reabrir o coração
À procura de novos olhos, novas metas
Novos suspiros, sonhos e descobertas…..
 
Esqueça o telefone, ignore o palpitar
Não pense nisso ao deitar, não peça por isso ao levantar
Liberte-se do que te faz lembrar, nem ao menos permita-se imaginar!
 
 
A arte de deixar ir é paradoxa porque permite levar o que se deseja
Permite instalar o mal que devora
 
Nessa arte não há como se seguir roteiro, não há coreografia
Talvez por isso se presencie tantas quedas,  recaídas e melancolia
Porém se iguala ao restante da arte por mesmo em meio a multidão,  possibilitar ao ser daquilo vivente sentir-se num mundo à parte….
 
Ao contrário de todas as artes não se atua pelo coração, 
e sim pela mente.
Vivendo o que se finge, não deixando transbordar o que se  sente
Parecendo ser  inesquecível, mesmo que se tente diariamente o contrário
Visto que num simples reencontro,  faz crescer tudo de novo… e o coração retorna ao batimento involuntário
 
E assim se insiste, se lamenta, se machuca de novo….
E por fim, após o sofrer decide por não segurar o que  se deve partir
pois sabe bem lá no fundo  que só terá chance de felicidade no mundo se: respirar profundo,  soltar  e deixar ir.
 

There’s a strange force in your kiss, oh.

“Fui um menino pequeno que, jogando na praia, encontrava de vez em quando um calhau mais fino ou uma concha mais bonita que o normal. O oceano da verdade se estendia, inexplorado, diante do mim” (Isaac Newton)

Aloha! ; )

Tudo em paz na sua vida?

HOJE no TSD:  Young the Giant – I got

Trecho legal da letra:

In the night where I live,
There is a strange force in your kiss, oh.
All’s divine in desire.

With an isle of philosophy,
Burning scrolls in the naked heat,
Oh how coy is your little boy. No!

Cause I know it don’t read that well.
I got buried; no it won’t be long, before I rise in
I got buried; no it won’t be long, yeah

coy* timido

 

Música recomendada para:

Viver um verão bem vivido… com loucuras tipicas de verão… banho de chuva, kilos de sorvete, amores intensos e passageiros = ) óin

– Legal ouvir em/no:

Praia, momentos leves… parece que essa música chega até a ter uma cor de areia….e achei legal que é exatamente a coloração do clipe = )

Aiii agora to apelando… musica com combinação de cores… hahahah tá super usando heheheh

-Sobre a música/banda:

Dizem por ai que eles tem uma mistura de Paolo Nutini e Strokes… mas num sei… realmente me lembra o Paolo…. talvez por isso tenha curtido de cara… essa familiaridade.

E fora que tem um tal ar latino… poderia até dizer que o som dela parece traduzir o inglês para o espanhol no meu corazón hahahahha

A banda disse que esse album inteiro (Roadrunner) foi inspirado quando eles viviam em NewPort beach na California (assim fica fácil de se inspirar heim?? hahahah) por isssoooo que tem cara de praia = )

Bom…. e por hoje vou me indo, mas antes um poema do Pablo Neruda (eis ai um poeta que me lembra praia hahahaha) para fechar esse TSD com um que novamente meio latino, quente, praiano…. aiii clichê! hahahahaha 

Hasta la vista, rumo a outro TSD!

Puedo escribir los versos más tristes esta noche.

Escribir, por ejemplo: “la noche está estrellada,

y tiritan, azules, los astros, a lo lejos.”

 El viento de la noche gira en el cielo y canta.

 Puedo escribir los versos más tristes esta noche.

Yo la quise, y a veces ella también me quiso.

 En las noches como ésta la tuve entre mis brazos.

La besé tantas veces bajo el cielo infinito.

 Ella me quiso,  yo también la quería.

Cómo no haber amado sus grandes ojos fijos.

 Puedo escribir los versos más tristes esta noche.

Pensar que no la tengo. Sentir que la he perdido.

 Oír la noche inmensa, más inmensa sin ella.

Y el verso cae al alma como al pasto el rocío.

 Qué importa que mi amor no pudiera guardarla.

La noche está estrellada y ella no está conmigo.

 Eso es todo. A lo lejos alguien canta. A lo lejos.

Mi alma no se contenta con haberla perdido.

 Como para acercarla mi mirada la busca.

Mi corazón la busca, y ella no está conmigo.

 La misma noche que hace blanquear los mismos árboles.

Nosotros, los de entonces, ya no somos los mismos.

 Ya no la quiero, es cierto, pero cuánto la quise.

Mi voz buscaba el viento para tocar su oído.

De otro. Será de otro. Como antes de mis besos.

Su voz, su cuerpo claro. Sus ojos infinitos.

 Ya no la quiero, es cierto, pero tal vez la quiero.

Es tan corto el amor, y es tan largo el olvido.

 Porque en noches como ésta la tuve entre mis brazos,

mi alma no se contenta con haberla perdido.

 Aunque éste sea el último dolor que ella me causa,

y éstos sean los últimos versos que yo le escribo.