Arquivos do Blog

But to me it means, means everything

Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua dos anjos,
Sem amor eu nada seria.

Avete!  = P

*olá em latim, isso porque no TSD de hoje teremos:

The Black Crowes – She talks to angels! – Antes de tudo o agradecimento ao Gustavo Yamada pela dica ^^

E como pra mim a lingua dos anjos é o latim! = ) hoje colocarei várias coisinhas aqui dessa lingua morta mas dahora.

Bom, embora nos filmes os anjos falem em inglês, assim como Jesus  hahahah, eu prefiro o latim kkkkkkkkk emboooora pra escrever esse post eu dei uma pesquisada na web e descobri que tem vários estudos bizarros em que se discute qual lingua os anjos falam ^^

A lingua que alguns têm afirmado ser a lingua dos anjos é a glossolalia que é um falar em êxtase wtf?, composto de 10 ou 20 vocábulos combinados de 20 ou 30 formas distintas. Alguns tbm dizem que a a glossolalia não passa de uma série de sílabas desconexas, colocadas ao acaso, sem a formação de estruturas lingüísticas definidas. Sendo assim acho que isso não pode ser considerado como uma lingua o que aumenta minhas suspeitas que os anjos não falam lingua nenhuma hahahhaha

Mas deixemos essa problemática de lado embora TSD é tbm cultura –  Utile dulci. Junta o útil ao agradávele voltemos: música!

Trecho legal da letra:

Yes, she’ll tell you she’s an orphan
After you meet her family
She paints her eyes as black as night now
Pulls those shades down tight
Yeah, she gives a smile when the pain comes
The pain gonna make everything alright
Says she talks to angels,
They call her out by her name
Oh yeah, she talks to angels,
Says they call her out by her name
She keeps a lock of hair in her pocket
She wears a cross around her neck
Yes the hair is from a little boy
And the cross from someone she has not met
Not yet.
 

Música recomendada para:

Essa musica me deu muito o que pensar… ela me parece boa pra inúmeras situações… viagens com aqueles carrões antigos, por de sol, mas principalmente pra mim tem cara de seriado….= ) hahahhaha

– Legal ouvir em/no:

Eu gostaria de ouvir essa música num acampamento, enquanto um acende a fogueira, o outro monta a barraca e o outro não faz nada, só assiste, conversa e dá risada!  ^^*  Illic est oculus qua res quam adamamus – Os pés irão onde quiser o coração.

Mas tbm ela me passa uma força, uma certa revolta hahahaha e me vejo a ouvindo naquele tipo de situação em que vc briga com alguém e sai por aí, com um certo sentimento de liberdade e dever cumprido… hahahaha altas viagens jow!

-Sobre a música/banda:

Diz a lenda que essa música é sobre uma menina gótica viciada em heroína que tem problemas com a familia uau simples assim hahahhaa… mas num sei! hahahahaha, o que importa que eu não conhecia essa banda (EUA, 1989) e comecei a ouvir outras musicas deles, e curti meu – os caras são bons! #ficaadica 

Ad crastinum diem! Até amanhã

Pra combinar com o tema gótico, angelical e rockeiro de hoje antes de partir:

Amor (Álvares de Azevedo)


Amemos! Quero de amor
Viver no teu coração!
Sofrer e amar essa dor
Que desmaia de paixão!
Na tu’alma, em teus encantos
E na tua palidez
E nos teus ardentes prantos
Suspirar de languidez!
Quero em teus lábio beber
Os teus amores do céu,
Quero em teu seio morrer
No enlevo do seio teu!
Quero viver d’esperança,
Quero tremer e sentir!
Na tua cheirosa trança
Quero sonhar e dormir! 
Vem, anjo, minha donzela,
Minha’alma, meu coração!
Que noite, que noite bela! 
Como é doce a viração!
E entre os suspiros do vento
Da noite ao mole frescor,
Quero viver um momento,
Morrer contigo de amor!

…..

Bring it back bring it back,
Don’t take it away from me,
Because you don’t know
What it means to me.
Valeu F.Mercury!


It’s so painful when something that’s so close is still so far out of reach

"2012 tá chegando!" - Maias sobre o mundo

"A Terra é legal porque é uma bola... se fossem duas seria um saco" 
- Para-choques de caminhão sobre o mundo
"Siiiim, redonda que nem o NhoNho" - Chaves sobre o mundo
"Mas no entanto ela se move"- Galileu depois de tomar umas cervejas com o papa
"É ela se move... mas melhor mudarmos de assunto. 
Vamos para a lista dos pecados"
Papa sobre o mundo
" *mais sobre esse besteirol aqui rs

Ahá!

Hoje o tema de hoje, é o mundo! Sim, esse lugar que se estende all around the fucking globe = D e que me lembrou essa música.

NO TSD de hoje: American Girl – Tom Petty com certeza uma das grandes influências do indie

Trecho legal da letra:

She was an American Girl
Raised on promises
She couldn’t help thinking that there was a little more to life
Somewhere else
After all it was a great big world
With lots of places to run to
And if she had to die
Tryin’, she
Had one little promise she was gonna keep

Música recomendada para:

Ser parte da trilha sonora da vida de alguém, no momento que esta  decide viver…. e num sei.. vai ver que pq pra mim ela tem jeito de fuga…..de recomeço em outro lugar. E ao mesmo tempo que é animada, é um pouco sofrida hahahhaa

– Legal ouvir em/no:

Viagens ensoloradas. Tem cara de música em que liga o som, e aumenta o volume, põe um óculos e cai na estrada…. clichê pra vc!hahahaha

-Sobre a música/banda:

Ouvi dizer que numa entrevista, Petty disse que ele escreveu a canção, enquanto vivia na Califórnia numa conversa mais ou menos assim

“Não me lembro exatamente. Eu estava vivendo em um apartamento onde eu morava de cara com a estrada. E os carros passavam… dia e noite, passavam. E eu lembro de pensar que isso soava como o oceano para mim. Esse foi o meu oceano . Onde as ondas quebravam, mas era só os carros passando… no oceano da vida.  Eu acho que deve ter inspirado a letra. “

Uma coisa que eu curto nesse trecho da letra que coloquei a cima é que além de ser lindooo  o fato de ela ter sido criada em promessas, e provavelmente mentiras, e ainda assim acreditar que existe um mundão lá fora, a espera e alcance de todos ^^

Mas ai por outro lado tem a tal frase tbm da musica: ” It’s so painful when something that’s so close …Is still so far out of reach” e as vezes é como me sinto em relação ao mundo.

Ele está lá aberto pra vc, mas ainda assim inacessível! 
Bons tempos em que éramos nomades hahahaha  

Bom… vamos ficando por aqui, o mundo nos espera lá fora. Beijo e hasta!

MAS ANTES: Pra quem curte Covers tem uma versão MUITO boa, mais country e doce by Sugarland!

 

I know we’ve been through this before

E ai???

Bem?

O mundo em crise… e nós aqui!

O mundo em crise…e a música meio vem a combinar com o caos.

O mundo em crise, mas temos que prosseguir! = D

Trecho legal da letra:

You’ve got a nerve to be asking a favor
You’ve got a nerve to be calling my number
Can’t you hear me, I’m bleeding on the wall?
Can’t you see me, I’m pounding on your door?

Can’t you hear me when I’m calling out your name?
When I used to go out, I would know everyone that I saw
Now I go out alone if I go out at all

Música recomendada para:

Essa música tem um pouco cara de momentos de raiva… e certo desespero!
Parece um desabafo…
Passa um sentimento de fim de relacionamentos….
Combina com dias chuvosos, noites escuras….. parece trilha sonora de filme!

– Legal ouvir em/no:

Quando se está meio p. da vida! = D .

Uma musica forte… rock n roll, neh? 

-Sobre a música/banda:

– A música de hoje tem pegada… hehehe.. Sangue nos zóio!!! hehehe é o que podemos considerar uma música selvagem… principalmente a bateria! hehehehe E logicamente o vocal! Enfim…adooooro!

Pra quem curte covers segue uma versao inusitada da Florence and the Machine!

Pra terminar combinando com a música (The Rat) e a crise mundial um poema que achei legal!

Beijo e hasta outro dia melhor, e  santo.

A Um Rato Morto Encontrado Num Parque

Este findou aqui sua vasta carreira
de rato vivo e escuro ante as constelações
a sua pequena medida não humilha
senão àqueles que tudo querem imenso
e só sabem pensar em termos de homem ou árvore
pois decerto este rato destinou como soube (e até como não soube)
o milagre das patas – tão junto ao focinho! –
que afinal estavam justas, servindo muito bem
para agatanhar, fugir, segurar o alimento, voltar
atrás de repente, quando necessário
Está pois tudo certo, ó “Deus dos cemitérios pequenos”?
Mas quem sabe quem sabe quando há engano
nos escritórios do inferno? Quem poderá dizer
que não era para príncipe ou julgador de povos
o ímpeto primeiro desta criação
irrisória para o mundo – com mundo nela?
Tantas preocupações às donas de casa – e aos médicos –
ele dava!
Como brincar ao bem e ao mal se estes nos faltam?
Algum rapazola entendeu sua esta vida tão ímpar
e passou nela a roda com que se amam
olhos nos olhos – vítima e carrasco
Não tinha amigos? Enganava os pais?
Ia por ali fora, minúsculo corpo divertido
e agora parado, aquoso, cheira mal.
Sem abuso
que final há-de dar-se a este poema?
Romântico? Clássico? Regionalista?
Como acabar com um corpo corajoso e humílimo
morto em pleno exercício da sua lira?

Mário Cesariny

When you ain’t got nothing, you got nothing to lose

Oie!

Bem?

No TSD de hojhe um clássico que eu vim a conhecer tardiamente ano passado!

Bob Dylan- Like a Rolling Stone

-Trecho legal  da letra:

When you ain’t got nothing, you got nothing to lose
You’re invisible now, you got no secrets to conceal.


How does it feel
How does it feel
To be on your own
With no direction home
Like a complete unknown
Like a rolling stone?

– Música recomendada para:

Se desprender… sentir liberdade de uma maneira não-convencional… tipo aquela quando vc se liberta de algo ruim, ou que não fosse bom pra vc….

– Legal ouvir em/no:

Andando pela rua… andando.. em movimento!

-Sobre a música/banda:

Essa música é legal e foi diferente porque ao contrário dos  hits convencionais da época (1965) ,essa música não é sobre o amor, e surpreende por expressar  um certo ressentimento e um desejo de vingança do autor , ao contar a história de uma mulher que caiu em desgraça e tem que se virar em um mundo novo,  hostil e desconhecido. 

No começo:

Era uma vez  e você se vestia tão bem
Em seu age, jogava  aos vagabundos centavos, não foi? 

E com o tempo vai ridicularizando sua condição atual:

Agora você não fala tão alto
Agora você não parece tão orgulhosa….

Apesar do sarcasmo, o que é bem dahora é que a canção também mostra compaixão e a alegria e liberdade  que pode surgir quando se perde tudo! = D eh meio Clube da luta esse sentimento hehehehe (pra quem não assistiu – assista!)

“Quando você não tem nada, você não tem nada a perder
Você está invisível agora, você não tem mais segredos para ocultar” 

Como também no refrão:

Como você se sente?
Estando por sua conta própria
Sem direção para casa
Como uma completa estranha
“Like a rolling stone “

E assim me vou…

Até o TSD de amanha, num outro dia Santo!

Hello darkness, my old friend

Oi

O TSD de hoje está triste… afinal tivemos uma perda no mundo da música….curtia a Amy!

= (

música de hoje: Sound of Silence

                                     

-Trecho legal  da letra:

And in the naked light I saw

Ten thousand people, maybe more.

People talking without speaking,

People hearing without listening,

People writing songs that voices never share

And no one dared

Disturb the sound of silence.

– Música recomendada para:

Pensar na vida e momentos de tristeza…

– Legal ouvir em/no:

Lugares calmos, dias chuvosos….

-Sobre a música/banda:

Sound of Silence é um clássico!

A música, além de ter sido o primeiro grande sucesso da dupla, tornou-se também célebre como parte da trilha sonora do filme The Graduate,  e também do filme Watchmen. A canção também é usada como introdução na turnê ‘Nightmare After Christmas da banda Avenged Sevenfold.

Pra finalizar uma música mto bonita do Legião: Os bons morrem jovens

É tão estranho
Os bons morrem jovens
Me lembro de você
E de tanta gente que se foi
Cedo demais!
E cedo demais…

Hasta outro dia santo um pouco mais feliz e animado!

RipAmy!

There is a light that never goes out – Ohhh yeah!

“Você quis dizer: Bairro de São Paulo” – Google sobre Liberdade

“I want to Break freee…” Queen sobre liberdade

“Esto non ecziste!” Padre Quevedo sobre liberdade

Hey ho, letsgo! 

Música do TSD de hoje: The Smiths – There’s a light that never goes out eh a  mesma ai de baixo, mas as vezes o youtube força a transição pra lá.. assim fica mais fácil caso num funcione! = )

O post hoje é sobre liberdade (pq hj tive a chance de discutir um pouco disso em família hehe),  porque a música TSD de hoje me passa isso…

Me dá vontade de sair à noite, mãos no bolso da blusa, vendo o mexer das luzes, andando sem destino e com estilo hehe = D – praticamente criando assim, a minha própria Londres!

Trecho legal  da letra:

Take me out tonight
Where there’s music and there’s people
Who are young and alive
Driving in your car, I never never want to go home…

– Música recomendada para:

Como já descrevi lá em cima… sair por ai e definitivamente de noite.. e o gostoso é esse sair com “liberdade”.. hahaha. sem pressa nem vontade de voltar!

– Legal ouvir em/no:

Cidade, com seus movimentos e seus detalhes, barulhos e lugares iluminados! Se vc é de Sampa.. Paulista e Augusta são um exemplo disso!

-Sobre a música/banda:

Foi originalmente apresentada no terceiro álbum deles (Smiths)-  The Queen Is Dead (1986), sendo lançada como single em 1992, cinco anos após a separação da banda . Isso porque ela foi finalizada de ultima hora (com todos os encartes já prontos e talz) acabando assim aparecendo como uma faixa surpresa.

Bom… pra finalizar de acordo hihi...segue uma trecho praticamente poeminha da música,  Alegria alegria – Caetano mas que sempre me lembro quando penso na tal liberdade! 

Beijo beijo e inté

“Caminhando contra o vento
Sem lenço e sem documento
No sol de quase dezembro
Eu vou…

..

Por entre fotos e nomes
Os olhos cheios de cores
O peito cheio de amores vãos
Eu vou
Por que não, por que não???

…Sem lenço, sem documento
Nada no bolso ou nas mãos
Eu quero seguir vivendo, amor
Eu vou!!”

Tuesday is so slow

Olá olá

Tudo bem?

Parece que depois da chatice intríseca  à segunda, vem a terça devagar e devagar….

A quarta na maioria das vezes me é um dia cheio, e meio chato –  no qual  se tem que começar a dar um gás  nas coisas porque o fim da semana está vindo..e normalmente repleto de esperança e coisas boas… = )

Como já diria The cure naquela música MARA :

“Monday’s blue
Tuesday’s grey and Wednesday too
Thursday I don’t care about you
It’s Friday I’m in love”

E assim por ser terça,  um dos motivos pelo qual escolhi essa música para o TSD de hoje, ela é uma música leve, agradavel e pra mim atemporal (ressaltando que é de 1967)…

Eu concordo bastante com o comment de um crítico que a incluiu num livro chamado “Rock n Roll the 100 best singles:  “

“I was going to say this is a song about sex, and it is, but its also song about youth and growing up, and memories, and it’s also — very much and very wonderfully — a song about singing.”

Trecho legal  da letra:

“So hard to find my way
Now that I’m all on my own
I saw you just the other day
My, you have grown

Cast my memory back there Lord
Sometimes I’m overcome thinkin’ ‘bout it
Makin’ love in the green grass…behind the stadium – Im with you!” 

Nessa música eu curto ter meus olhos castanhos = )

– Música recomendada para:

fazer aquele bolo no café da tarde, dias ensolarados, viagens em família.. dançar de meia pela sala e CANTAR!

– Legal ouvir em/no:

em casa de maneira despretensiosa, comendo brigadeiro de colher! = D

-Sobre a música/banda:

Como eu tinha comentado lá em cima, essa música é de 1967, e nesse ano a música foi censurada na seguinte parte “making love in the green grass….” haha bizarro, não é?,    considerado na época extremamente picante para ser tocado nas rádios, sendo substituída pela frase “laughin’ and a-runnin’, hey hey”.

O que eles diriam do “sou foda” uh? hehe

Essa música embora não tão conhecida pela maioria de nós jovens, ainda mais tanto tempo depois ganhou mtos e mtos prêmios… e diz minha mãe ficou conhecida na cena legal em que a Julia Roberts aparece dançando ao som dela, no filme Dormindo com o inimigo.

Bom.. por hoje me voy! Até amanhã!

PS: Com relação ao trecho “so hard to find my way” termino com uma frase do escritor americano Robert Frost:

“Duas estradas separavam-se em uma floresta, e eu / Eu escolhi a menos percorrida, / E isto fez toda a diferença”.

You’re running wild, running wild

E ahe

Meu… sem comentários sobre o jogo do Brasil… sem palavras!

Mas a vida continua, e as músicas tbm continuam a seguir em seu surgimento diário por aqui. ^^

A música de hoje é leve, interessante… além de ter um clipe super legal e divertido, assistam inteiro! = D

Trecho legal  da letra:

I wanted love, I needed love

Most of all, most of all

Someone said “true love” was dead

And i’m bound to fall, bound to fall for you

Oh what can i do?

– Música recomendada para:

de acordo com o meu irmão é a música do Fifa11, pra mim…. é uma música legal para todos os momentos  = D

– Legal ouvir em/no:

de boa andando na rua, bus ou metrô, tudo devido seu caráter modernoso hehe

 Sobre a música/banda:

O que acho dahora que a “banda” que se considera de blues/rock e é composta por DOIS caras… que fazem um som bem legal vamos combinar? hehe

Sobre a frase  “Someone said “true love” was dead”  tem dias que eu concordo.. hahaha tem dias que não!

Falando em amor achei uma definição engraçada* na web heuahauehau web é engraçado de dizer,  que vou utilizar para finalizar esse TSD de hoje.

*engraçada mas extremamente pessimista e machista tbm hahaha

Bom começo de semana a todos, bjo bjo!

a.mor (s.m.) 1. Flor roxa que nasce no coração de um trouxa. 2. Perda de tempo. 3. Ver uma mulher gostosa ou um homem fortão e achar que seu coração bate mais rápido. 4. Poder mágico que os cartões de crédito exercem sobre as mulheres. 5. Uma dor. 6. Fogo que arde sem se ver (segundoRenato Russo Camões). 7. Palavra composta por quatro letras, duas vogais, duas consoantes, duas sílabas e dois idiotas.


 
 
 
 

Te dou meu coração como resgate

Aloha!

E o TSD de hoje está mais normal = ) ou não!

Pra variar um pouco hj vamos de Rock nacional, com uma banda que é meio uma mistura de Strokes lindos, Clash, Artic Monkeys e Los Hermanos….

Trecho legal  da letra:

“As luzes me mostram a direção que eu devo ir
tento imaginar aonde você deve estar nesse momento
A música no rádio me faz sentir, ter você aqui por um instante

Ah, não devia ter sido tão rude
Não devia ter bebido tanto

Mas nada justifica esse ato tão cruel
eu entendo sua raiva meu bem
Você não tinha o direito de me deixar daquele jeito…”

– Música recomendada para: atividades rápidas, velocidade… ^^

– Legal ouvir em/no:  rolês com os amigos

Sobre a música/banda:

Eu já vi vários comentários sobre essa música ser praticamente o desabafo de um alcoólatra…mas acho que num eh bem assim: só porque o cara propõe o coração como resgate para o Blue Label que a mina dele roubou? hehehe

Essa música me remete a uma série de pensamentos soltos relacionados ao nosso tema TSD de hj:

1- Aquela frase: “Bebo para tornar as outras pessoas interessantes” – que tem diversos autores à solto na net, mas que acho que faz sentido >>>> as pessoas tão a cada dia mais iguais! Ou sou eu o problema? rs

….e tantas outras como: “A feiura está nos olhos de quem não bebeu.”“Dizem que sou cachaceiro, mas isto é mentira. Cachaceiro é quem fabrica a cachaça. Eu sou consumidor!”

2-  Aquela outra frase do Tim Maia: “Comecei uma dieta, cortei a bebida e comidas pesadas e, em catorze dias, perdi duas semanas. “

3- Parte que acho fantástica da letra dos Strokes – On the Other side

“I hate them all
I hate them all
I hate myself for hating them
So I’ll drink some more
I love them all
I’ll drink even more
I’ll hate them even more than I did before…”

4- “O uísque é o melhor amigo do homem, ele é o cachorro engarrafado.” – Vinícius de Morais

Bom… vou me indo!

Boa sexta e até outro dia

Hasta, babe

Just another way to survive

“Você quis dizer: Música decente” –  Google sobre o Rock
 
“Roque é aquele movimento do xadrez, não é?” –  Nerd sobre Rock
 
“Rock é a única droga que não vicia” – Eu e toda pessoa em sã consciência sobre Rock
 
“Rrrrrrrrroqueeeeee” – Sílvio Santos sobre o Rock
 
“Eu não acredito que vc consegue ouvir isso nesse volume” – Sua mãe sobre o Rock
 
 
 
E aheeeee
 
Siiimmm eu sei. Dia do Rock = D
 

Vi em todo lugar: Rock, em todos os blogs, em todos os status… e  pensei em ser do contra, mas tem como resistir? ^^

No TSD de hoje, não temos uma música que possa ser vista como algo sinônimo ao nosso bom Rock, embora obviamente eles representem pra caramba.. mas véi! Esse clipe…. ele é completo nesse sentido! = )

*jóinha pro 4:26 min

Trecho legal  da letra:

“Who knew the other side of you*
Who knew the others died to prove
Too true to say good bye to you….
 

 * Todo mundo tem um lado Rock n Roll, babe = )

– Música recomendada para: tirar seu conversível da garagem naquele dia ensolarado e pagar de gatão/gatona = )

– Legal ouvir em/no: arrumando o cabelo, dirigindo e chegando na balada – afeeeeee hahahaha mas feche o olho e imagine hehe

 Algo interessante sobre a música/banda:

Bom.. num sei nada de interessante sobre eles ou essa música me perdoem hehe.. mas o que importa que o nosso Rock n Roll, tá aí firme e forte… Valeu Deus! 

Pra num ficar faltando nada vou colocar esse trechinho da Desciclopédia sobre Rock que me tirou uns sorrisos = )

“No alto do castelo, há uma linda princesa – muito carente – que foi ali trancada, e é guardada por um grande e terrível dragão…”

  • O Rock n’ Roll’: O protagonista chega no castelo num cavalo alado branco, escapa do dragão, salva a princesa, fogem para longe e fazem amor.
  • O Heavy Metal’: Ele chega no castelo numa Harley Davidson, mata o dragão, enche a cara de cerveja com a princesa e depois transa com ela.
  • O Folk Metal ‘: Ele chega acompanhado de vários amigos e duendes tocando acordeon, alaúde, viola e outros instrumentos estranhos. Fazem o dragão dormir depois de tanto dançar, e vão embora, sem a princesa, pois a floresta está cheia de ninfas, elfas e fadas.
  • O Grunge’: Chega drogado, escapa do dragão e encontra a princesa. Conta para ela sobre a sua infância triste. A princesa dá um soco na cara dele e vai procurar o Heavy Metal. O protagonista grunge sofre uma overdose de heroína.
  • O Rock Psicodélico’: Chega de moto fumando um baseado e oferece para o dragão, que logo fica seu amigo. Depois acampa com a princesa numa parte mais afastada do jardim e depois de muito sexo, drogas e rock n’ roll, tem uma overdose de LSD e morre sufocado no próprio vômito.
  • O Punk’: Cospe no dragão, joga uma pedra nele e depois foge. Pixa o muro do castelo com um “A” de anarquia. Faz um moicano na princesa e depois abre uma barraquinha de fanzines no saguão do castelo.
  • O Emo’: Chega ao castelo e conta ao dragão o quanto gosta da princesa. O dragão fica com pena e o deixa passar. Após entrar no castelo ele descobre que a princesa fugiu com o protagonista Heavy Metal. Escreve uma música de letra emotiva contando como foi abandonado pela sua amada e como o mundo é injusto.

Let’s Rock e hasta! outro santooo dia!