Arquivos do Blog

And life might never get better than this


SALUT =)

A musica perfeita pra mim  é aquela que consegue trazer em si uma boa melodia com uma letra sublime e que combine.

Porém, como praticamente sempre na vida, nem sempre podemos encontrar a perfeição  se é que ela existe assim da maneira estática que imaginamos….porém é sempre bom pensar que muitas vezes os “defeitos” são capazes de nos fazer sentir coisas maravilhosas…

É assim que me sinto com a música de hoje:

HOJE no TSD:  

Frightened Rabbit – It’s Christmas So We’ll Stop

Trecho legal da letra:

And it’s warmer than you’d think
Yeah it is warm and it is thick
We all breathe out clouds
And are built to give at least once each year
And that’s better than never I guess
And life might never get better than this
It’s the perfect excuse for our natures to change
And wear shiny clothes

 
 
 
Música recomendada para:

Enxergar nos defeitos berço para possiveis virtudes, para dar uma pausa na vida… e para comer tudo o que se gosta, usar as roupas que se deseja… porque a cada minuto que passa é um minuto a mais de vida 

– Legal ouvir em/no:

Eu gosto de ouvir na cama antes de dormir, olhando pro teto ^^  ou pras luzes na cidade

-Sobre a música/banda:

Essa música é meio veinha. do ano de 2008, é de uma banda indie escocesa. 

O defeito dessa música pra mim, é que é sobre o Natal hahahha….não por SER de Natal hahaha é que gosto do ritmo dela, mas a melodia parece me dizer outra coisa heheh

Estava fazendo uma reflexão enquanto a ouvia, procurava umas fotinhos  e pensava em sua letra… e sabe… eu mesma já vivi isso, e acredito que todo mundo alguma vez na vida tenha passado por isso tbm:

Parece que no Natal tudo para.

Se vc tem um problema, vc tem que esquecê-lo, consertá-lo, superá-lo… porque afinal é Natal…

Se vc tem raiva, mágoa, ódio ou qualquer outro sentimento… parece que de alguma forma tudo tende a se dissipar,  numa tentativa de encarar as coisas de maneira positiva… mesmo que por hipocrisia, mesmo que por puro fingimento, ou não.. mesmo por esperança isso brota no nosso coração – essa vontade de ver tudo bom e feliz.

“And that’s better than never I guess
And life might never get better than this”

Será que nossas vidas não são boas o suficiente? Ou será que  somos nós que só somos capazes de enxergar os defeitos.. que só queremos medir o imponderável, querer o improvável.. . não sei…. só sei que  “Its Christmas so we’ll stop!” me faz querer que seja Natal todos os dias. =)

E essa é meio que a mensagem dessa música pra mim quando eu a escuto. Me faz lutar para manter em mim algo doce e puro aceso.

^^

Beijo no olho! ; ) E hasta outro dia santo

Pra fechar o pensamento e música do dia um poema, que pareceu entender o sentimento de hoje ^^

Poema de Natal

Vinicius de Moraes


Para isso fomos feitos:
Para lembrar e ser lembrados
Para chorar e fazer chorar
Para enterrar os nossos mortos —
Por isso temos braços longos para os adeuses
Mãos para colher o que foi dado
Dedos para cavar a terra.
Assim será nossa vida:
Uma tarde sempre a esquecer
Uma estrela a se apagar na treva
Um caminho entre dois túmulos —
Por isso precisamos velar
Falar baixo, pisar leve, ver
A noite dormir em silêncio.
Não há muito o que dizer:
Uma canção sobre um berço
Um verso, talvez de amor
Uma prece por quem se vai —
Mas que essa hora não esqueça
E por ela os nossos corações
Se deixem, graves e simples.
Pois para isso fomos feitos:
Para a esperança no milagre
Para a participação da poesia
Para ver a face da morte —
De repente nunca mais esperaremos…
Hoje a noite é jovem; da morte, apenas
Nascemos, imensamente.


Anúncios

Get down on my knees

Não é a distância que mede o afastamento – Antoine de Saint-Exupéry

E ahe?

No TSD de hoje vai reinar um sentimento estranho, não facilmente explicável!

Sabe aquela empatia que às vezes temos por algumas pessoas, assim de graça?

Pois eh, e quando isso acontece não importa a distância, o tempo – a pessoa está distante mas sempre presente em nossas vidas! óin! hahaha

HOJE no TSD:  Better Days – Pete Murray

Trecho legal da letra:

And I saw it coming
I saw emptiness and tragedy
And I felt like running
So far away
But knew I had to stay
And I know when I’m older
I look back and I still feel the pain
I know I’ll be stronger and I know I’ll be fine
For the rest of my days
I’ve seen better days
Put my face in my hands
Get down on my knees and I pray to God
Hope he sees me through till the endI noticed the smallest things
But I didn’t notice the change
It was hot in the morning
Then it turned so cold, twas the end of the day
There was no condensation I just felt like I was in space
I needed my friends there I just turned around
They were gone without a traceNow I have just started
And I won’t be done till the end
There’s nothing I have lost
That was once placed upon the palm of my hands
And all of these hard times
Have faded round the bend
Now that I’m wiser I cannot wait
Till I can help my friends

 
 
 Música recomendada para:

Lembrar dos amigos e pessoas queridas que temos nessa vida!

– Legal ouvir em/no:

Dias bonitos, dias felizes…. depois de uma semana dificil e de problemas superados  (ou não hahaha)

-Sobre a música/banda:

Uma coisa que acho legal nessa musica é a história que ela conta…a dificuldade que a vida as vezes traz… e aquele sentimento de “Já vi dias melhores”, mas tbm a esperança que dias melhores virão….

……algumas frases pra salientar: 

I look back and I still feel the pain – eu já senti isso algumas vezes..e é uma coisa estranha hahaha

I noticed the smallest things but I didn’t notice the change –  me lembra aquela frase da musica do Smashing Pumpkins: “The more you change the less you feel” – mas num sei se concordo hahahhaha

Now that I’m wiser I cannot wait till I can help my friends – oh que gracinha! hehe

E assim me vou, esperando por um dia ainda melhor amanhã!

Beijo no olho! ; ) E hasta outro dia santo

Só pra fechar o assunto lá de cima, distância achei esse trecho do Livro O caminho para distância do Grande Vinicius de Morais, e vou dividir aqui cocêis :

“Que importa se a distância estende entre nós léguas e léguas
Que importa se existe entre nós muitas montanhas?
O mesmo céu nos cobre
E a mesma terra liga nossos pés.
No céu e na terra é tua carne que palpita
Em tudo eu sinto o teu olhar se desdobrando
Na carícia violenta do teu beijo
Que importa a distância e
 que importa a montanha?…..”


My pain is knowing I can’t have you, I can’t have you

Moi Droog

meu amigo em Russo

E ai?? Frio neh meu?

Para aquecer hj uma músiquinha romanticazinha… bem de menina! hehe

No TSD de hoje: Blame it on the rain Acoustic – He is We

-Trecho legal  da letra:

“I catch my breath, the one you took
the moment you entered the room
My heart, it breaks, at the thought of her
holding you….
Does she look at you the way i do?
Try to understand the words you say and the way you move?
Does she get the same big rush, when you go in for a hug
and your cheeks brush?

– Música recomendada para:

Ouvir quando se pensa na vida… é tão meiguinha ^^ música de menina heheh

– Legal ouvir em/no:

Tem cara de dia frio…. de mão gelada mas  de comida quente, brigadeiro na colher hehe

-Sobre a música/banda:

Bom.. essa banda é bem novinha até eles a formaram em 2008, curti o som deles… tem várias musiquinhas fofinhas, e romanticas #ficaadica ai pra quem curtiu.

E em especial essa, curti porque ela tbm fala de coisas simples… besteiras que todos nós sentimos quando vemos a pessoa, e pensamentos que temos quando a perdemos… um amorr! 

Vou encerrando o TSD de hoje.. mas antes aqueleee abraço! hehehe

E ficamos com uma das prosas que eu MAIS gosto do Grande Vinicius de Morais =  )

Até o TSD de amanha, num outro dia Santo!

Chorinho para a amiga

Se fosses louca por mim, ah eu dava pantana, eu corria na praça, eu te chamava para ver o afogado. Se fosses louca por mim, eu nem sei, eu subia na pedra mais alto, altivo e parado, vendo o mundo pousado a meus pés.

Oh, por que não me dizes, morena, que és louca varrida por mim? Eu te conto um segredo, te levo à boate, eu dou vodca pra você beber! Teu amor é tão grande, parece um luar, mas lhe falta a loucura do meu. Olhos doces os teus, com esse olhar de você, mas por que tão distante de mim? Lindos braços e um colo macio, mas porque tão ausentes dos meus?

Ah, se fosses louca por mim, eu comprava pipoca, saía correndo, de repente me punha a cantar. Dançaria convosco, senhora, um bailado nervoso e sutil. Se fosses louca por mim, eu me batia em duelo sorrindo, caía a fundo num golpe mortal. Estudava contigo o mistério dos astros, a geometria dos pássaros, declamando poemas assim: “Se eu morresse amanhã… Se fosses louca por mim… “. Se você fosse louca por mim, ô maninha, a gente ia ao Mercado, ao nascer da manhã, ia ver o avião levantar. Tanta coisa eu fazia, ó delícia, se fosses louca por mim!

Olha aqui, por exemplo, eu pegava e comprava um lindo peignoir pra você. Te tirava da fila, te abrigava em chinchila, dava até um gasô pra você. Diz por que, meu anjinho, por que tu não és louca-louca por mim? Ai, meu Deus, como é triste viver nesta dura incerteza cruel! Perco a fome, não vou ao cinema, só de achar que não és louca por mim. (E no entanto direi num aparte que até gostas bastante de mim…). Mas não sei, eu queria sentir teu olhar fulgurar contra o meu. Mas não sei, eu queria te ver uma escrava morena de mim.

Vamos ser, meu amor, vamos ser um do outro de um modo total? Vamos nós, meu carinho, viver num barraco, e um luar, um coqueiro e um violão? Vamos brincar no Carnaval, hein, neguinha, vanios andar atrás do batalhão? Vamos, amor, fazer miséria, espetar uma conta no bar? Você quer quer eu provoque uma briga pra você torcer muito por mim? Vamos subir no elevador, hein, doçura, nós dois juntos subindo, que bom! Vamos entrar numa casa de pasto, beber pinga e ceveja e xingar? Vamos, neguinha, vamos na praia passear? Vamos ver o dirigível, que é o assombro nacional? Vamos, maninha, vamos, na rua do Tampico, onde o pai matou a filha, ô maninha, com a tampa do maçarico? Vamos maninha, vamos morar em jurujuba, andar de barco a vela, ô maninha, comer camarão graúdo?

Vem cá, meu bem, vem cá, meu bem, vem cá, vem cá, vem cá, se não vens bem depressinha, meu bem, vou contar para o seu pai. Ah, minha flor, que linda, a embriaguez do amor, dá um frio pela espinha, prenda minha, e em seguida dá calor. És tão linda, menina, se te chamasses Marina, eu te levava no banho de mar. És tão doce, beleza, se te chamasses Teresa, eu teria certeza, meu bem. Mas não tenho certeza de nada, ó desgraça, ó ruína, ó Tupá! Tu sabias que em ti tem taiti, linda ilha do amor e do adeus? tem mandinga, tem mascate, pão-de-açúcar com café, tem chimborazo, kamtchaka, tabor, popocatepel? tem juras, tem jetaturas e até danúbios azuis, tem igapós, jamundás, içás, tapajós, purus! – tens, tens, tens, ah se tens! tens, tens tens, ah se tens!

Meu amor, meu amor, meu amor, que carinho tão bom por você, quantos beijos alados fugindo, quanto sangue no meu coração! Ah, se fosses louca por mim, eu me estirava na areia, ficava mirando as estrelas. Se fosses louca por mim, eu saía correndo de súbito, entre o pasmo da turba inconsútil. Eu dizia : Woe is me! Eu dizia: helàs! pra você… Tanta coisa eu diria que não há poesia de longe capaz de exprimir. Eu inventava linguagem, só falando bobagem, só fazia bobagem, meu bem. Ó fatal pentagrama, ó lomas valentinas, ó tetrarca, ó sevícia, ó letargo! Mas não há nada a fazer, meu destino é sofrer: e seria tão bom não sofrer. Porque toda a alegria tua e minha seria, se você fosse louca por mim… Mas você não é louca por mim… Mas você não é louca por mim…


And now outside you see the waves in her eyes

Oie

E nossa mais uma sexta-feiraaa… parece que foi ontem que eu estive aqui falando sobre esse dia sagrado!

Hoje no TSD: My night with the prostitue from Marseille


Trecho legal  da letra:

And now outside I see your eyes meet the sky
And I, I don’t mind what you decide to swear by
And now outside, I see your eyes meet the sky
And I, I won’t lie, I kept you here tonight


And I believed her then
And I believed her then
And I believed her then
And I believed her then

– Música recomendada para:

Simplesmente ouvir….= D

– Legal ouvir em/no:

Aonde quiser…hihi, não vejo nada de especifico nela!

-Algo interessante sobre a música/banda:

Esse música é de um projeto alternativo do Zach – da banda Beirut e tem um lado mais eletronico.. = )

Como hoje é sexta não costumo demorar e filosofar hahaha

Finalizdo o TSD de hoje com um trecho de uma crônica do Vinicius de Morais…que me lembrou o tema de hoje

Beijo e hasta outro dia

“Meninas sozinhas perdidas no mundo e dentro de si. Há homens gordos que vos ignoram, homens baixos que vos ignoram, homens magros que vos ignoram, homens com bigode que vos ignoram, homens com óculos que vos ignoram, homens que se vestem de negro, pardo, verde e rosa que vos ignoram. São homens os que vos ignoram… 
Ah, arcas de descrença, cântaros de fel, estrelas de podridão, púcaros de bacilos, pântanos de desejos, cloacas de abandono, cemitério de anelos, castelos de loucura, museus de horrores, templos de lues, – ó meninas perdidas no mundo e dentro de si! 
Meninas sozinhas, perdidas no mundo e dentro de si. Meninas sozinhas, meninas perdidas, perdidas sozinhas, sozinhas no mundo, meninas imundas, sozinhas no mundo, meninas imundas perdidas nas fossas do mundo… 
Tende piedade de nós!”

Just give me some candy before I go

“Por mais longa que seja a noite, o sol volta sempre a brilhar.” 

Boa!?

Eis mais um dia que chega, e no TSD de hoje, um cantor muito querido, lindo e talentoso! = D Paolo Nutini!

Essa música eu vim a conhecer ontem, embora ela tenha sido lançada em 2009! e já me apaixonei por ela ^^

Trecho legal  da letra:

“Darling I’ll bathe your skin

I’ll even wash your clothes

Just give me some candy

Before I go

Oh, darling I’ll kiss your eyes

And lay you down on your rug

Just give me some candy

After my hug…”

 – Música recomendada para:

ouvir antes de dormir – pensando na pessoa que se gosta… = D ou de manhãzinha, quando o sol nasce e você segue o seu destino.

– Legal ouvir em/no:

aonde quiser… mas em dias quentes tem um ar quente, não tem?

-Sobre a música/banda:

Segundo Paolo, a canção é sobre a faísca, ou aquela doçura, que existe em todo início de  relacionamento, mas que costuma a sumir depois de um tempo. .. ele diz que é sobre encontrar aquele brilho de novo e, assim, salvar o relacionamento. 

A música e várias outras do album foi inspirada na sua namorada de infância com quem ele está até hojeTeri Brogan. 

Por isso que namorar músicos deve ser super uper legal hehehe

E hoje termino com um clássico, que veio me veio a mente depois de ver essa coisa toda ^^:

HASTA e que venha outro dia!

Soneto de Fidelidade – Vinicius de Morais

De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

Te dou meu coração como resgate

Aloha!

E o TSD de hoje está mais normal = ) ou não!

Pra variar um pouco hj vamos de Rock nacional, com uma banda que é meio uma mistura de Strokes lindos, Clash, Artic Monkeys e Los Hermanos….

Trecho legal  da letra:

“As luzes me mostram a direção que eu devo ir
tento imaginar aonde você deve estar nesse momento
A música no rádio me faz sentir, ter você aqui por um instante

Ah, não devia ter sido tão rude
Não devia ter bebido tanto

Mas nada justifica esse ato tão cruel
eu entendo sua raiva meu bem
Você não tinha o direito de me deixar daquele jeito…”

– Música recomendada para: atividades rápidas, velocidade… ^^

– Legal ouvir em/no:  rolês com os amigos

Sobre a música/banda:

Eu já vi vários comentários sobre essa música ser praticamente o desabafo de um alcoólatra…mas acho que num eh bem assim: só porque o cara propõe o coração como resgate para o Blue Label que a mina dele roubou? hehehe

Essa música me remete a uma série de pensamentos soltos relacionados ao nosso tema TSD de hj:

1- Aquela frase: “Bebo para tornar as outras pessoas interessantes” – que tem diversos autores à solto na net, mas que acho que faz sentido >>>> as pessoas tão a cada dia mais iguais! Ou sou eu o problema? rs

….e tantas outras como: “A feiura está nos olhos de quem não bebeu.”“Dizem que sou cachaceiro, mas isto é mentira. Cachaceiro é quem fabrica a cachaça. Eu sou consumidor!”

2-  Aquela outra frase do Tim Maia: “Comecei uma dieta, cortei a bebida e comidas pesadas e, em catorze dias, perdi duas semanas. “

3- Parte que acho fantástica da letra dos Strokes – On the Other side

“I hate them all
I hate them all
I hate myself for hating them
So I’ll drink some more
I love them all
I’ll drink even more
I’ll hate them even more than I did before…”

4- “O uísque é o melhor amigo do homem, ele é o cachorro engarrafado.” – Vinícius de Morais

Bom… vou me indo!

Boa sexta e até outro dia

Hasta, babe